A Mistica da Atração

É inevitável nos questionarmos se somos mais ou menos atraentes, e a atração não é no aspecto sensual somente.
Um padre, um pastor, um politico, vendedor e amigos em geral, todos querem ser atraentes, e dessa intrínseca preocupação surge o mercado com diversas idéias, doutrinas, e debates sobre o assunto, afinal é algo natural querer sê-lo.

Mas se pararmos para pensar, e numa precária tentativa de resumir um ponto, pois esses aspectos requerem muito estudo, vemos um ponto peculiar, curioso e aparentemente antagônico que faz toda a diferença quando o assunto é atração.

Me refiro ao amor próprio!

Então surge a seguinte preocupação, se tenho amor próprio elevado diminuo a minha atenção e preocupação com o pensar dos demais, o que poderia parecer um contrassenso perante a lei de atrair pessoas, pois em um primeiro momento aquele que está mais disposto a ajudar, que esta sempre prestativo seria nessa primeira análise mais atraente. . .

No entanto, não é o que vemos, sem prejuízo de um debate profundo sobre o tema onde estaria presente varias opiniões para um melhor juízo, é consenso geral que quanto menos dispostas as pessoas a ajudarem ou quanto mais reservadas são, mais atraentes se tornam.

Pessoas públicas com boas retóricas e admiradas por muitos, costumam cuidar muito de si, preocupação justa e até vital para serem referências, e quando muitas vezes chamadas a serem prestativas, sempre estão ocupadas e envolvidas com diversas coisas.

Talvez o motivo dessa evidência esteja no fato de que o brilho íntimo da pessoa esteja intimamente relacionada com o auto amor e o auto amor é capaz de revelar potências magníficas nas vidas dos indivíduos, pois por meio dele a pessoa faz valer suas virtudes e opiniões perante os demais, sem dar muito valor a essas opiniões, mas é justamente ai que ocorre talvez a lei da atração.

 

jeferson machado1 Por: Jefferson Machado

MAIS RECENTES

Barrancas  seu Portal  de Noticias

Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *