Bicicleta

0 Flares 0 Flares ×

Por: isaura Ardenghi Reichmann

BICICLETA

No pedalar da bicicleta
Sol de quarenta graus
Sonhos que espocam no ar
Saudades
Vontade de voltar
Na realidade não pode
Fazer o tempo retroceder
Alternativa é continuar a pedalar
Até o cansaço chegar
Sonho
Direito que foi cassado
Sem saber a razão
Olhos molhados pelas lágrimas
Ador da decepção
Homens
Continuam suas façanhas
Acenos ligeiros
Sorrisos marotos
Ostentação do poder
Não sabendo as limitações
Na bicicleta
Os quilômetros percorridos
Não são cronometrados
As pedaladas dadas
São sentidas, pelas pernas cansadas
O coração bate forte
Ofegante
Marca o tempo
Na visão das ruas andadas
pela bicicleta transcorridas
A inteligência, formação, honestidade
São apenas galhardões
Nada adiantam
Diante da injustiça
Diante da perseguição.

foto: internet

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: isaura ardenghi reichmann
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook