Brasil, Colômbia e Peru se unem para combater narcotráfico no Amazonas

Bogotá, 3 abr (EFE).- Homens das Marinhas de Brasil, Peru e Colômbia, da mesma forma que aeronaves da Força Aérea Colombiana (FAC), realizaram o primeiro exercício conjunto e combinado no corredor do rio Amazonas para combater o narcotráfico, informaram nesta sexta-feira fontes oficiais colombianas.

O motivo das ações foi o de padronizar os procedimentos de interdição fluvial entre as forças navais dos três países, informou a FAC em comunicado.

Nos exercícios foram postas em prática atividades de detecção, identificação, acompanhamento e entrega de alvos por parte da FAC às forças que realizam operações no rio Amazonas, que banha territórios dos três países.

amazonas 45

Com a informação do ar, acrescenta a FAC em seu comunicado, se procura garantir “a efetividade das operações de interdição no rio Amazonas”, acrescenta o relatório.

A perícia atingida pela FAC em operações de interdição marítima permitiu bloquear vários corredores que os grupos de traficantes de drogas tinham aberto no Caribe e no Pacífico para enviar entorpecentes em direção a Estados Unidos, África e Europa.

Agora o que se pretende é transferir essa experiência da FAC para combater o narcotráfico no Amazonas, o rio mais caudaloso do mundo.

 

 

 

 

 

fpnte: yahoo/ EFE

MAIS RECENTES

Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *