Casal de Youtubers sem limite e um acaba morto

Youtuber americana é presa após atirar e matar namorado em vídeo de “desafio”

Casal de jovens publicava vídeos em canal da plataforma e desejava “ter mais seguidores”; segundo polícia, Monaliza Perez atirou contra namorado, que segurava uma enciclopédia na frente do peito “para testar efeito da bala”

Até onde vai um jovem em busca de seguidores e curtidas nas redes sociais? Para Monaliza Perez e Pedro Ruiz III, de Minnesota, nos Estados Unidos, o preço foi alto: em uma tentativa de chamar a atenção ao seu canal do Youtube, o casal youtuber decidiu gravar um vídeo em que ela teria de atirar contra o peito do namorado “em um desafio arrepiante”, segundo divulgaram horas antes. Mas, a “brincadeira” acabou matando o jovem de 22 anos.

Poucas horas antes do tiroteio, a youtuber publicou em sua conta do Twitter: “eu e Pedro estamos, provavelmente, publicar um dos vídeos mais perigosos já feitos. Ideia DELE não MINHA”.  A mensagem inclui dois emojis “assustados” junto de um macaco que tampa os olhos. O vídeo se trata de Perez atirar contra Ruinz com uma pistola Desert Eagle, de calibre 50, enquanto ele segurava uma enciclopédia de capa dura – assim, o casal “testaria” e veria “se a bala atravessaria o calhamaço”, de acordo com a denúncia criminal.

De acordo com o portal “Star Tribune”, Monaliza Perez foi presa nesta quarta-feira (28), depois de o vídeo ter sido feito para o canal do Youtube na segunda-feira (26) à noite. Perez, de 19 anos, está grávida do segundo filho. Ela foi encaminhada à Corte do Distrito do Condado de Norman e foi liberada depois de pagar uma multa de US$ 7 mil.

“Adorava armas”

A arma utilizada para o “desafio” é descrita em publicidades on-line como sendo “uma das pistolas semiautomáticas mais poderosas do mundo”. De acordo com Lisa Primeau, tia de Pedro Ruiz, o jovem youtuber “estava sempre perseguindo uma emoção, colocando um toque de perigo em tudo o que fazia”. Ainda segundo Primeau, “suas palhaçadas incluíam pular na piscina do telhado da casa, sem hesitação”.

A tia do jovem conta que ele tinha diversas armas em sua casa, e que adorava armas . Ela teria tentado dissuadir o casal de gravar o vídeo, logo depois que a contaram da ideia. “Não façam isso! Não façam isso! Por que uma arma? Por quê?”.

Monaliza Perez foi presa nesta quarta-feira (28), depois de o vídeo ter sido feito para o canal do Youtube na segunda

Reprodução/Star Tribune

Monaliza Perez foi presa nesta quarta-feira (28), depois de o vídeo ter sido feito para o canal do Youtube na segunda

Em resposta, ela disse que o sobrinhou respondeu que “queriam mais visualizações ”. “Nós queremos ser famosos”, explicou.

Perez tem um canal no Youtube no qual foram publicados diversos vídeos do casal fazendo atividades diversas. O mais recente foi publicado na manhã anterior ao do tiroteio. É intitulado “Doing Scary Stunts at the Fair, Part I”, que mostra o casal participando de uma feira na última quinta-feira. “Imagine quando tivermos 300 mil assinantes”, diz Perez durante o vídeo.

Logo após o tiroteio, a youtuber disse ao xerife que era Ruiz que estava “empurrando sua ideia para o vídeo”. As imagens foram feitas por uma câmera na parte de trás de um veículo estacionado e outra, em uma escada.

Fonte: Último Segundo – iG

Barrancas Seu Portal de Notícias / Dar Voz Aquele Que Não Tem Voz

MAIS RECENTES

Autor: redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *