Conflito na fronteira do Brasil e Venezuela

Depois da agressão de alguns  venezuelanos a um  comerciante  que foi violentamente espancado dentro do estabelecimento comercial, onde também reside.  Na cidade Pacaraima -Roraima, fronteira com a Venezuela.  População se revolta e expulsa os venezuelanos da cidade. 

Na manhã deste sábado, 18, moradores do município de Pacaraima, cidade brasileira que faz fronteira com a Venezuela (VE), estão realizando uma manifestação contra os imigrantes venezuelanos envolvidos em crimes e que residem naquela região.

Vanderbegue Riberio, explicou que a motivação do movimento ocorreu após o espancamento de um dos comerciantes de Pacaraima que foi removido as pressas para o Hospital Geral de Roraima (HGR) na noite de sexta-feira, 17.

Ele teria sido espancado por quatro pessoas que seriam de nacionalidade venezuelana, porém não há esta confirmação ainda junto as autoridade policiais.

“Vamos permanecer o dia todo, pois essa noite [17 de agosto] mais um morador de Pacaraima foi vítima do vandalismo de alguns imigrantes que atravessam a fronteira para cometer crimes. Eles renderam a família toda e o espancaram. Ele foi mais uma vítima e precisamos que as autoridades tomem providências”, pede o morador fronteira.

Os manifestantes queimaram e destruíram barracas de imigrantes que residem em abrigos improvisados nas ruas de Pacaraima.

 

O Brasil não tem condições de receber refugiados, a lei da imigração é um absurdo para a cidadania brasileira. O congresso deu carta branca para todos que quiserem entrar no país, aí está o resultado. Ainda o governo brasileiro apoia o  governo  de esquerda ditatorial de  Maduro.

O povo venezuelano e brasileiro sempre foram amigos, mas com o governo do Maduro, a população está fugindo e o Brasil não tem condições de receber essas pessoas. Para piorar, ainda tem os  infiltrados do próprio governo do Maduro  para dificultar ainda mais a situação dos refugiados. Não adianta distribuir pelo país , só vai agravar a situação, oque tem de ser feito é pressionar esse governo ditatorial do Maduro para o povo venezuelano ter a sua pátria de volta.  Se não o fizer,  irá enxugar gelo e a situação de conflitos apenas irá aumentar.  É uma questão de soberania do Brasil.

Agora no lado da Venezuela,mais de 30 brasileiros estão presos em um abrigo improvisado, numa quadra de esportes, e protegidos pela guarda venezuelana, contra ataques de venezuelanos revoltados por terem sido expulsos do país durante a manifestação que vem sendo realizada por lá desde a manhã deste sábado, 18.

De acordo com um dos reféns, Cledson Vieira da Silva, os venezuelanos expulsos começaram a quebrar veículos de brasileiros que estavam transitando pelas margens da fronteira. A confusão iniciou por volta das 11h. Ele relatou que chegou a ser agredido por alguns imigrantes e que pneus foram queimados.

“Estamos entre a bandeira da Venezuela (da fronteira) e o posto de gasolina. Todos os carros por aqui foram quebrados por eles. O pessoal está revoltado por voltar para cá e quer matar todo mundo. Até o momento, não chegou exército ou qualquer movimentação da força brasileira”, comentou.

 

Com colaboração do repórter Pedro Barbosa

fonte:https://www.folhabv.com.br

Barrancas Seu Portal de Notícias

 

5 (100%) 1 vote

MAIS RECENTES

Author: redação
Tags

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com