Costureira usa corda de lençol para fugir do flagra, mas sofre traumatismo craniano

A costureira Vera Lucia Moreira de Souza, de 61 anos, caiu da janela e bateu a cabeça ao tentar fugir por uma corda feita com lençóis da casa do homem com quem mantinha um relacionamento.

O caso ocorreu no último domingo (29), em Sorocaba, no interior paulista, após a namorada do empresário Antonio Filho, de 68 anos, chegar ao local. A Delegacia da Mulher informou ao site de “Veja São Paulo” que ela teve morte cerebral.

Em relato à Polícia Militar, ainda na madrugada de domingo, Antonio Inácio, de 68 anos, disse que Vera estava passando a noite na casa dele quando a namorada chegou. Para que Vera não fosse vista, eles tiveram a ideia de ela sair do imóvel pela janela e descer com uma corda feita de lençóis. Ao tentar descer os 3,5 m que distanciam a janela e o chão, ela se desequilibrou e se feriu depois de bater a cabeça. ela caiu e bateu a cabeça.

 “Foi uma fatalidade, ela caiu da janela. Tudo o que eu tinha para dizer é que foi uma fatalidade”, afirmou Antonio Inácio.

O homem contou ainda ter chamado seu irmão, que mora na casa ao lado, para prestar os primeiros socorros à Vera Lucia.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima, Vera Lúcia Moreira de Sousa, de 61 anos, estava na casa do empresário Antonio Inácio Ribeiro Filho e foi levada ao hospital depois que teria caído de uma janela ao tentar descer usando uma corda feita com lençol.

A casa no bairro Três Meninos foi periciada nesta quarta-feira (1°), mas a polícia não informou se o lençol foi encontrado no local.

O caso foi inicialmente registrado como violência doméstica, mas a polícia não indicou nenhum suspeito porque ainda aguarda o laudo do IML. A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher, Ana Salomone, não comentou o conteúdo do depoimento do empresário Antonio Inácio.

Ainda nesta quarta-feira, equipes da Polícia Civil e peritos da Polícia Científica estiveram no imóvel. Os policiais averiguaram a residência e falaram com vizinhos.

O empresário, dono do imóvel, tem histórico de brigas e ameaças com a namorada, de 55 anos. O G1 teve acesso a um boletim de ocorrência registrado pela mulher em 2013. Ela não quis falar sobre o caso.

fonte: yahoo-G1 -imagem: facebook

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com