Cumplicidade

0 Flares 0 Flares ×

Por: Isaura Ardenghi Reichmann

Gostava de contigo falar
E sentir o tempo passar
Nossas conversas
Para os outros, não tinham sentido
Não sabiam, como era bom dialogar
Mesmo longe, distante
Contigo, contínuo a conversar
Histórias, mil histórias
Sempre tenho para te contar
Meu pensamento
Corre a procura de você
Quantas vezes no silêncio
Contínuo a te rever
A saudade machuca
Dá para entender
Dentro da alma
Uma dor profunda
Fala da distância
Entre eu e você
A distância
É apenas o espaço
Pode ser percorrido
Em pensamento preenchido
Embalado na retrospectiva do passado
Bom contigo conversar
Dizer
Foi ótimo te conhecer
Contigo conviver
Hoje não teria
A magia do teu sorriso
Tuas palavras
A inundar a minha alma de lembranças
A recordação
Que você existiu

 

Foto:  Everton Vila on Unsplash

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: isaura ardenghi reichmann
Tags

Comentários no Facebook