Eleição deixa os ânimos acirrados entre deputados, e a sessão é encerrada da ALE-AM

Uma confusão envolvendo o líder do governo, Dermilson Chagas (PP), e o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado Abdala Fraxe (Podemos), fez a direção da Casa encerrar a sessão ordinária do poder na manhã desta quinta-feira.

Os dois chegaram a se posicionar para vias de fato, mas foram contidos por seguranças e assessores de plenário.

O clima entre Dermilson e Adala ficou tão tenso que o líder do governo foi orientado a deixar a casa sob escolta até seu carro, no estacionamento subterrâneo da Assembleia.

A briga entre eles começou quando Dermilson ocupou a tribuna da ALE-AM para replicar o discurso do orador anterior, o deputado Sabá Reis (PR), que havia feito críticas do governo do Estado e à participação do governador Amazonino Mendes (PDT), no debate de ontem da TV Band.

Dermilson começou falando da compra de um terreno, feita no governo David Almeida (PSB), candidato a governador.

O líder governista lançou suspeita sobre a regularidade do negócio, que envolve um imóvel de propriedade do pai de Abdala.

Enquanto Dermilson discursava, Abdala passou a dirigir palavras a Dermilson, que reagiu indagando se aquilo era intimidação.

Numa das falas ao colega, o líder do governo disse que Abdala podia lhe xingar e depois indagou:

“Por acaso o senhor é mias homem do que eu?”.

O deputado Belarmino Lins (PP) ainda tentou levar adiante a sessão, mas logo foi advertido pelo petista José Ricardo de que não havia mais clima para a sequência da sessão.

 

fonte:bncamazonas- Por Neuton Corrêa – Foto: Ronaldo Siqueira

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com