“Estudante” só parou de bater na professora quando achou que ela tinha morrido

A diretora e professora do Colégio Estadual Lourival Fontes, localizado no bairro Santo Antônio, em Aracaju, foi brutalmente agredida com socos e com golpes de caneta por um aluno de 16 anos. O fato aconteceu na última quinta-feira (02/07).

Os estudantes teriam realizado um ato de vandalismo na instituição e o menor agrediu a vítima com socos e golpes de caneta na nuca e no rosto. A polícia foi acionada e encaminhou o adolescente para a Delegacia de Menores. Já Carla foi levada pelo Serviço Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Zona Norte Doutor Nestor Piva, onde precisou receber pontos no couro cabeludo.

A mãe da professora, que deu entrevista para o Jornal da Ilha, foi informada que o menor saiu falando “já matei ela”. Os funcionários que trabalham no colégio afirmaram ainda que ele só parou de bater quando achou que ela tinha morrido. Muito abalada, a professora disse ao programa Cidade Alerta Sergipe que os alunos utilizam o banheiro da escola para se drogarem.

Fonte: jornaldesergipe
Barrancas Seu Portal de Notícias

 

MAIS RECENTES

Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *