Familiares Dos Três Homens Mortos Na Reserva Indígena Pedem Justiça

0 Flares 0 Flares ×

Humaitá-AM. Nesta quarta-feira (4), foi dado início a última sessão de audiência de instruções dos seis indígenas da  etnia tenharim, eles são acusados de assassinar brutalmente três homens não indígenas na reserva Tenharim-Marmelo, na Rodovia Transamazônica (BR-230) em Humaitá, Sul do Amazonas, 600 km de Manaus. Familiares das vítimas tentaram acompanhar a audiência, mas foram impedidos de permanecer no prédio do  54º BIS ( Batalhão de Infantaria de Selva). O processo corre em segredo de justiça.

justiça

Foto: Reprodução/ TV Amazonas

 

indios-tenharins-1 (1)

 

Quatro familiares concederam entrevista na manhã de ontem (3), para a Rede Amazônica, após serem impedidos de adentra no auditório do 54º BIS (Batalhão de Infantaria de Selva), há cerca de 8 km, da zona urbana de Humaitá. Minutos depois iniciou-se a última sessão de audiência de instruções, na qual levou dois dias. De acordo com os familiares eles disseram que “São os últimos a sabe e que só querem justiça”. finalizou uma das viúvas.

 

 

 

A sessão de audiência de instruções finalizou aproximadamente as 12:00 horas, com média de 40 minutos para cada réu.

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal de Humaita

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *