Férias de luxo dos filhos de Eike, que está devendo bilhões aos bancos, geram revolta nas redes sociais

Nas redes sociais, os internautas ironizaram a hospedagem de Olin e Thor

O Réveillon de Thor e Olin Batista deu o que falar nas redes sociais. Mesmo com o pai, Eike Batista, devendo bilhões, os garotos passaram o fim do ano em um hotel de luxo no Caribe, onde a diária da suíte custa aproximadamente R$ 5.000, de acordo com informações do jornal Extra.

 

Nas redes sociais, os internautas ironizaram a hospedagem com comentário do tipo: Eu com R$ 5 Mil sobreviveria o Ano Inteiro; Problema tenho eu com R$ 788,00 e Bolsa Família, isto sim!.kkk; Problemas financeiros têm Brasileiros que ganha salário mínimo; Esse ai tem muita grana, eu queria que meu pai tivesse com problemas financeiros igual o pai dele.

eike

Os garotos ainda levaram as namoradas na viagem. A modelo Ellen Teodoro, namorada de Eike, fez questão de ressaltar a beleza do hotel e postou várias fotos do lugar.

eike4

Segundo o jornal Extra, a diária da suíte custa aproximadamente R$ 5 mil! Olin também levou a namorada, a modelo Ellen Teodoro Foto: Reprodução/ Instagram

 

Mesmo com o pai em uma crise financeira, os garotos, até o momento, não estão quebrados. Isso porque Eike doou para o filho Thor a mansão onde moram, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro, no valor de R$ 10 milhões. Thor e Olin ainda receberam uma propriedade em Angra dos Reis no valor de R$ 10 milhões.

Porém, o MPF (Ministério Público Federal) já pediu a apreensão judicial desses imóveis como forma de preservar algum patrimônio que possa suportar o prejuízo no mercado de ações provocado por Eike Batista.

Além da Bolsa de Valores ter sofrido o grande impacto, reportagem da Folha de São Paulo deste fim de semana mostra que a queda do seu império acarretou um prejuízo de R$ 7,9 bilhões aos bancos.

A publicação fez o levantamento com base nos números da lista de credores e nos balanços das empresas, levando em consideração os pedidos de recuperação judicial de quatro empresas (OGX, OSX, Eneva e MMX) e as dívidas da holding EBX.

Para os débitos junto a EBX, a reportagem ouviu executivos próximos ao grupo. De acordo com a reportagem, o Itaú Unibanco é o maior prejudicado pela crise de Eike. O banco teria emprestado R$ 2,4 bilhões ao grupo.

Eike ainda enfrenta a Justiça. O ex-bilionário responde por duas denúncias do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro: manipulação de mercado e insider trading (uso de informação privilegiada). Um julgamento começou a ser realizado no mês passado, mas foi suspenso.

 

 

 

MAIS RECENTES

Fonte: R7

 

 

Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *