Grupo que praticou atentado em Israel(08) recebeu doação de R$ 25 milhões do governo Lula

Um caminhão avançou , na manhã de hoje (08), contra um grupo de soldados em Jerusalém

A Estrela de Davi Vermelha (uma espécie de Cruz Vermelha de Israel), informou que ao menos 4 pessoas morreram e 15 ficaram feridas.

O grupo Hamas, através de seu porta-voz, Abdul-Latif Qanou,  assumiu a autoria do ataque e disse que foi um “ato heroico”.

Em 2010, Lula doou R$ 25 milhões ao movimento Hamas através de decreto

Dinheiro público, dinheiro dos brasileiros para financiar o terror. Depois dizem que para educação, saúde , infraestrutura não tem,  por isso muitas coisas são  privatizadas como  estradas que continuam, sem segurança, a administração dos presídios,saúde que cada dia mais está perto de acabar com o SUS, as universidades federais não tem dinheiro para as pesquisas, etc… 

Porque não usar esse dinheiro  para saneamento básico, saúde, educação,segurança, infra-estrutura, combate à microcefalia,etc…

Está no site do Planalto e no do Diário Oficial da União (DOU) 

O aporte financeiro foi enviado a partir da criação da lei 12292 de 2010.

Veja a lei no site do planalto: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12292.htm

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:Art. 1o  Fica o Poder Executivo autorizado a doar recursos à Autoridade Nacional Palestina, em apoio à economia palestina para a reconstrução de Gaza, no valor de até R$ 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de reais).

Parágrafo único.  A doação será efetivada mediante termo firmado pelo Poder Executivo, por intermédio do Ministério das Relações Exteriores, e correrá à conta de dotações orçamentárias daquela Pasta.

Art. 2o  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília,  20  de  julho  de 2010; 189o da Independência e 122o da República.

***

O Hamas (Movimento da Resistência Islâmica) é um dos grupos mais extremistas na luta contra a existência do Estado de Israel, criado após o fim da Segunda Guerra Mundial para abrigar os judeus. O grupo passou a ser classificado como terrorista pela União Europeia depois de agosto de 2003, quando atacou Jerusalém matando centenas de civis israelenses.

 

Fonte: diariodobrasil

Barrancas Seu Portal de Notícias

Notícias Relacionadas

Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *