Humaitá contra o Abuso Infantil e de adolescentes

Ontem (18), foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de  no Crianças e Adolescentes no Brasil.  Esse dia foi escolhido  porque em 1973 uma menina de 8 anos, de  Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.
Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

A cidade de Humaitá Amazonas entrou na campanha em 2015, sabe-se que a região norte existe muitos casos de abusos infantil. Segundo a Secretaria de Segurança Publica do AM (SSP),  no Amazonas foram registrados 285 casos de abuso sexual infantil em 2016, segundo a  SSP, número é referente de janeiro a abril deste ano, um aumento de 9%.

_DSC0469

No caso de Humaitá a delegacia não repassa casos de estupros para o conselho tutelar e nem para o CREAS,  os números não são exatos, podem serem bem maiores, já que temos as comunidades ribeirinhas onde  tem poucas ou nem uma  politica  publica nessas localidades, para uma menina nascer bonita pode  não  ser um beneficio, e sim, uma martírio.  Sofre  assedio não somente por parte dos familiares, moradores da comunidade, mas por “turistas”  que vão pescar e param  nessas comunidades, segundo historias relatadas.

A Caminhada começou  na praça da Matriz e andou pela av. 5 de setembro até a praça da saúde, no meio do trajeto começou a chover forte a maioria não se importou com isso, o importante era levar a mensagem.

_DSC0461

Durante o mês de maio o CREAS vem realizando atividades em alusão ao dia 18 de maio Dia Nacional de Combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes com objetivo de conscientizar toda sociedade sobre a gravidade da violência sexual, e a importância de participar da luta em defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes, bem como sensibilizar essas crianças e adolescentes e ensinar lhes as formas de se proteger e como denúncia os agressores.

_DSC0424

Na caminhada contra os abusos, estava   somente um homem publico presente,  caminhando junto com as crianças.  As Escolas Municipais e Estaduais realizaram várias trabalhos e redação sobre o tema aborda , onde foi premiado duas redações das Escolas Estaduais e duas das Escolas Municipais, escolhidos pela Semed e Seduc, essa trabalho foi realizado pela prefeitura municipal, através da Secretaria de Assistência Social , CREAS, com parcerias conselho tutelar , cras, CMDCA ,  PETI e  54 BIS.  A Banda do 54 BIS e  APAE.

caminhada

Barrancas Seu Portal de Noticias

 

 

 

 

MAIS RECENTES

Autor: Direto da Redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *