Infraero diz que o Aeroporto de Manaus tem combustível só para 4 dias

Manaus – Neste quinta-feira, 24, a Infraero divulgou dados de relatórios em que o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, tem autonomia para funcionar por quatro dias, em razão da falta de combustível.

O alerta foi dado pelo Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago), no “relatório de monitoramento da mobilização dos caminhoneiros”. A estatal disse estar monitorando o abastecimento nos aeroportos.

Na capital do Amazonas há, ao todo, 2.450 mil litros de combustível, suficiente para quatro dias de operação, caso a greve de caminhoneiros persista e o abastecimento no terminal aéreo seja suspenso.

A situação do Aeroporto de Manaus ainda é considerada positiva em relação a outros aeroportos. O relatório aponta situação crítica de falta de combustível em sete terminais administrados pela estatal no país, em razão da greve de caminhoneiros: Recife, Ilhéus, Goiânia, Palmas, Maceió, Carajás (PA), São José dos Campos (SP) e Uberlândia (MG).

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse recomendar aos passageiros “com voos marcados para os próximos dias que consultem as empresas aéreas antes de se deslocarem para os aeroportos até que a situação se normalize”. As empresas adotaram planos de contingência e isentaram passageiros de taxa de remarcação de voos.

Fonte: G1

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook