Já pensou no jeito que você respira ?

0 Flares 0 Flares ×

O yoga vem dizendo isso há séculos, literalmente: o fato de você respirar do jeito errado o deixa mais ansioso e estressado, menos relaxado. Agora, no entanto, um novo estudo veio para oferecer respaldo científico a essa premissa.

O Instituto de Neurociência da Escola Trinity, de Dublin, na Irlanda, realizou um estudo sobre a meditação e percebeu que a respiração pausada é o componente mais eficiente nesse tipo de prática.

O artigo recente publicado pela equipe que realizou a pesquisa evidenciou a relação entre a modulação da fase respiratória e o desempenho na atenção. “Práticas meditativas e pranayama resultam em melhorias na atenção, emocionais e fisiológicas que podem ser parcialmente devidas ao papel central do cerúleo como o nexo nesse sistema acoplado”

Quanto estamos sob grande tensão ou estresse, tendemos a respirar rápido, mantendo o ar nos pulmões por pouquíssimo tempo. Reservar um tempo do dia para mudar esse hábito e tentar se educar para inspirar profundamente e expirar lentamente — em especial em situações nas quais tendemos a nos agitar — pode ser uma receita para lutar contra ansiedade e ter um coração mais saudável.

Um exercício possível e recomendado, nesse sentido, é inalar e expirar no ritmo conhecido como 1 por 2: soltar o ar dos pulmões no dobro do tempo gasto para inseri-lo.

Repetir esse processo por alguns minutos vai fazer seu coração desacelerar imediatamente — o que pode ser salvador de vidas em situações estressantes. Para tornar a tarefa mais fácil, você pode usar um mantra — como na própria meditação — ou um recurso simples, como ajustar um alarme no seu celular para contar cerca de 20 minutos. Por exemplo: você lembra desse GIF?

3

Controlar sua respiração afeta diretamente sua taxa de batimentos cardíacos e pode influenciar todas as esferas do corpo humano, distribuindo melhor o oxigênio entre os órgãos e aproveitando o ar de maneira mais eficaz.

A única situação em que respirar rápido é positiva é quando estamos nos exercitando fisicamente. Nos outros casos, essa aceleração é apenas uma forma de sobrecarregar os pulmões.

 

Fontes: Big Think / One Library

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook