Manaus não suporta a imigração e decreta estado de emergência

A Prefeitura de Manaus decretou situação de emergência social devido ao grande fluxo migratório indígena vindo da Venezuela.

“Fica declarada situação de emergência social no município Manaus, ante o influxo de indígenas estrangeiros desprovidos de  meios de manutenção, que pretendem ingressar no país pela fronteira Brasil — Venezuela no Estado vizinho de Roraima”, afirma o decreto assinado pelo prefeito Arthur Neto (PSDB).

A medida coloca em alerta máximo órgãos públicos como a a  Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos e tem a validade de 90 dias.

A capital do Amazonas está recebendo um grande fluxo migratório do país vizinho causado pela sua crise política e social. Segundo o G1, mais de 400 índios da etnia Warao estão na capital do Amazonas e o Ministério Público Federal no Amazonas está acompanhando o caso.

E isso é apenas o começo, com a nova lei de imigração chegará cada vez mais e o Brasil se tornará em quarto mundo em pouco tempo, todo esse mal foi dado pelo senador e atual ministro das relações exteriores Aluisio Nunes (PSDB) e apoiado pelos deputado, senadores ( somente quatro senadores votaram contra esse projeto de destruição da nossa nação, foram:  José Medeiros (PSD) – Lasier Martins (PSD) – Romário (PSD) – Caiado (DEM)).  Precisamos rever essa lei absurda que é a maior lesa Pátria de todos os tempos, se quisermos continuar sendo uma nação e livre.

fonte:sputniknews / imagem: G1

Barrancas Seu Portal de Notícias, Para dar voz aquele que não tem voz.

Notícias Relacionadas

Autor: direto da redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *