MEC coloca livro que sugere casamento entre pai e filha para crianças na alfabetização

O livro  infantil “Enquanto o Sono Não Vem” é obra do escritor José Mario Brant, foi publicado pela Editora Rocco, e está no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). De acordo com o Ministério da Educação, o processo de seleção e avaliação, realizado e publicado em 2014, está sendo revisto. No entanto, em uma busca na web, descobrimos que em 2008 esse livro já causava estranheza !

É uma coleção de contos do folclore reunidos pelo escritor José Mario Brant e um dos contos fala de um rei que sugere se casar com uma das filhas, mas ela morre antes do ato se consumar! O livro foi retirado das escolas de algumas cidades do Espírito Santo e o MEC diz estar reavaliando o processo de seleção!

Dentre os contos do livro, que seria destinado aos alunos do primeiro ao terceiro ano do ensino fundamental (entre 6 e 8 anos de idade), o conto “A Triste História de Eredegalda” fala do pedido de casamento de um rei para uma das filhas, que recusa o convite do pai e é presa em uma torre até aceitar o convite do pai.  Morrendo de sede, ela aceita se casar com o pai, mas morre  antes do casório!

No dia 1º de junho de 2017, as prefeituras da Serra, Vila Velha e de Cariacica (no Espírito Santo) informaram que o livro “Enquanto o sono não vem”, começaria a ser recolhido das escolas municipais.

Esperamos que o Amazonas faça o mesmo  que o Espirito Santo e retire esse livro das escolas.

Esse tipo de livro de conto não pode ser ministrado para crianças e nem para adolescentes. Tem tantos contos com significado que podem ajudar as nossas crianças e adolescentes  viverem e criar uma sociedade melhor.  Porque não ensinar as crianças a amar com o amor fraterno.

Hoje querem sexualizar as crianças em todos os momentos e tudo é em torno de sexo, com iniciação sexual precoce.  Se continuarmos por esse caminho,  seremos um país  pedófilo,  altamente promiscuo e sem futuro. Liberdade não é libertinagem! A infância é um momento especial,  deixem as  crianças serem  apenas crianças!

*com informações e-farsas

Barrancas Seu Portal de Notícias

MAIS RECENTES

Autor: redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *