Nova Procuradora-Geral vai trocar toda a equipe da Lava Jato por aliados de Temer

0 Flares 0 Flares ×

Raquel Dodge, que toma posse da Procuradoria Geral da República na próxima segunda (18), no lugar de Rodrigo Janot, anunciou ontem a nova força-tarefa da Lava Jato em Brasília. Segundo informações do Ministério Público Federal, a equipe será coordenada pelo procurador José Alfredo de Paula Silva, que atuou no mensalão e na Zelotes.

A equipe também será composta por Luana Vargas, José Ricardo Teixeira e Hebert Mesquista. Este último procurador assina a mais nova denúncia contra Lula na Zelotes. O ex-presidente foi acusado de cobrar propina para editar uma Medida Provisória que teria beneficiado montadoras.
Do Conjur – O procurador regional da República José Alfredo de Paula Silva será o novo coordenador do grupo de trabalho da “lava jato” na Procuradoria-Geral da República. Ele já atuou nas investigações e processos da Ação Penal 470, o processo do mensalão, no Supremo Tribunal Federal, e da zelotes, que apura venda de sentenças no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais.
O anúncio foi feito nesta segunda-feira (11/9) pela procuradora-geral da República nomeada, Raquel Dodge. Ela também chamou os procuradores Hebert Mesquita, Luana Vargas e José Ricardo Teixeira para compor o grupo da “lava jato” em Brasília.
Mesquita integra atualmente a força-tarefa da zelotes, e Luana faz parte do grupo que atua dentro da greenfield, que apura desvios de recursos públicos e fraudes na administração de quatro dos maiores fundos de pensão de empresas públicas do país. Já Teixeira possui experiência em ações de combate ao trabalho escravo e à corrupção.
Dodge, que toma posse na próxima segunda-feira (18/9), apresentou outros nomes de pessoas que vão compor sua futura gestão à frente do Ministério Público Federal. Para chefe de gabinete, foi indicada a procuradora da República Mara Elisa de Oliveira, lotada em Petrolina (PE), onde exerce a chefia administrativa da unidade.
A secretaria de Comunicação Social será ocupada pela servidora do MPF, Dione Tiago, com 22 anos de experiência na área de jornalismo. A Secretaria de Direitos Humanos e Defesa Coletiva será ocupada pelo procurador regional da República André de Carvalho Ramos. Já a Secretária da Função Constitucional terá à frente o subprocurador-geral da República Paulo Gustavo Gonet Branco, que já exerce funções perante o Supremo Tribunal Federal.
Segundo a PGR, Dodge levou em conta aspectos como a especialização jurídica, o conhecimento dos problemas do país e a experiência profissional dos indicados e a participação profissional feminina. No dia 22 de setembro, ela já havia divulgado parte da sua equipe. Com informações da Assessoria de Imprensa do MPF.
Fonte: Jornal GGN
Barrancas Seu  Portal de Notícias

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *