Prefeito entra contra o seu vice por “organizar complô”. Imagine se a moda pega!

0 Flares 0 Flares ×

São Gabriel da Cachoeira -Am:  Prefeito de São Gabriel da Cachoeira entra com representação criminal contra seu vice por ‘organizar complô’ contra ele para cassar seu mandato

O prefeito de São Gabriel da Cachoeira, Clóvis Moreira Saldanha, conhecido como “Clóvis Corubão”, ingressou na Procuradoria-Geral de Justiça do Amazonas com representação criminal contra o seu vice, Pascoal Gomes Alcântara.

“Clóvis Corubão” acusa Pascoal de “organizar um complô” com o objetivo de cassar o seu mandato.

Recentemente, o prefeito solicitou à Câmara de Vereadores de São Gabriel da Cachoeira, a 852 km de Manaus, que casse o mandato de Pascoal Alcântara por ele ter agido “de forma criminosa e indigna com o decoro do cargo que ocupa”.

Veja trechos da representação criminal:

“Senhor Procurador Geral de Justiça, O vice-prefeito Pascoal Gomes Alcântara foi flagrado em conversas com outras duas pessoas, onde organiza um complô para cassação do mandato do Prefeito Clóvis Moreira Saldanha, a quem, posteriormente, denunciou e conseguiu seu intento de, junto a Câmara Municipal, criar uma Comissão Processante, totalmente ao arrepio da Legislação, da doutrina e da jurisprudência.
No dia 15/03/2018 em discurso no plenário da Câmara Municipal de São Gabriel da Cachoeira, o Vice Prefeito Pascoal Gomes Alcântara, afirma textualmente que uma das vozes que se ouve tramando para cassação do Prefeito Clóvis Moreira Saldanha, é dele mesmo, Pascoal, e que os trechos constantes da referida gravação foram extraídos do celular de propriedade dele, de uma gravação com aproximadamente duas (2) horas de duração.

Diligenciando para saber de quem eram as outras duas vozes em conversa com Pascoal, constantes da gravação, conseguiu o ora impetrante saber; trata-se do Sr. WILSON SOUZA DE ARAUJO, titular da empresa Wilson Construções e Empreendimentos Ltda., com endereço na Avenida Visconde de Porto Alegre nº 8, Centro, Manaus/AM, CEP 69020-130.

Eminente Procurador, para compreensão dos fatos criminosos e da elaboração do plano da associação criminosa e de corrupção ativa e passiva composta pelo Vice-Prefeito Sr. Pascoal Gomes Alcântara, transcrevemos alguns trechos da elaboração criminosa dos mesmos:

Áudio 1
VOZ (Wilson): Deixa ele voltar…
PASCOAL: urrum …
VOZ (Wilson): Depois que ele sair, tu vai tá na prefeitura…
PASCOAL: urrum …
VOZ (Wilson): Tu vai fazer um dinheiro, tu vai fazer uns “quinhentos mil”…

Áudio 2
(…)
Voz (Pascoal) – Agora eu preciso saber quais são os nortes pra gente poder prosseguir, porque eu não sei os caminhos exatos para gente poder percorrer.
Voz (Wilson) – O meio mais fácil aqui e mais rápido é a Câmara né. É mais fácil, mais rápido é a Câmara pedir
(fim)

Áudio 3
Voz (HNI – Homem Não Identificado) – no período que ele ficar lá, vamos supor no mínimo 20 dias, 15 dias dar suporte aquele vai fazer segurar essa liminar como ele vai poder mexer nesse dinheiro lá para não problema nele também.
Voz (HNI) – Eu lhe ajudo.
Voz (Pascoal) – Huhum. Tá ok.

Áudio 4
VOZ (Wilson): Pra ele não voltar… certo, certo…
VOZ (HNI): aí a gente derrubando tu ganha mais tempo até vocês ….
VOZ (WILSON): nós vamos amarrar a um desembargador…
PASCOAL: urrum …
VOZ (Wilson): pra ele puxar o processo pra segurar pra ele… aí ele não volta não… aí ele vai aguentar os 180 dias…
PASCOAL: Entendi….
(…)

Áudio 05
Voz (Wilson): algumas vezes você vai conseguir uma canetada, tu sabes que vai ter que ter dinheiro.
Voz Pascoal: é mais rápido né!
Voz (Wilson): para conseguir uma canetada o desembargador é tudo por dinheiro, procurador geral.
Voz Pascoal: procurador geral.
Voz (Wilson) = tudo por dinheiro, tudo por dinheiro anda mais rápido né, ai vamos ver o que tem que fazer. Para andar mais rápido é tudo por dinheiro, eles pedem dinheiro para andar mais rápido na justiça, para andar mais rápido na justiça , você sabe que funciona assim, mas vamos ver , qualquer coisa a gente amarra e depois tu da o jeito de pagar, da uma ponta para os cara ai, depois que entrar.
Voz Pascoal: hun hun.
Voz (Wilson): ele dá, mas só depois que entrar
Voz Pascoal: sim, primeiro a gente tem que organizar né.
Voz Wilson: lógico!
Voz (Wilson): eu vou, nós temos que formalizar um advogado, tem que ter! eu vou formalizar aqui um advogado pra você, para ficar mais respaldado ainda juridicamente, pela lei, com advogado, juridicamente.
Voz Pascoal: sim
Voz (Wilson): Daí a gente da entrada, mete a porrada
Voz Pascoal: Então tá bom

Áudio 6
Voz (HNI): Mas, antes dar (inaudível) vereador manda um vereador do teu lado, conversar com outros para puxar pro teu lado (inaudível) executivo. Diga que tu vai ajudar, tu vai dobrar o valor alí…
(inaudível)
Voz (HNI): Acho que o Cati e o Dieck tá do teu lado.
(vozes sobrepostas)
Voz (HNI): deve estar dando o que, quanto é que está o vereador lá, quanto é que vereador ganha lá?
Voz Pascoal: – Três mil, quatro.
Voz (HNI): Quatro? Tu pode dizer que tu dá cinco pra ele por mês aí, dá cinco para cada um deles que ficar do teu lado, tu vai dar um, tu vais dá um, tu não vou dizer a pessoa lá, vai dar um bônus para eles de natal, de ano novo, uns vinte mil pra cada um. Pou maninho tu falar isso(inaudível)
Voz Pascoal: (Risos)
Voz (HNI): (Inaudível) ele vai ficar alegre, e tem como tirar isso, tem como fazer isso
Voz Pascoal: (Risos)
Voz (HNI): Ah se vai.
Voz Pascoa: – É…
Voz (HNI): Mas manda um. Manda um bom vereador. Não vai tratar direto não. Um bom vereador.
Voz (HNI): O Cati. Cati está do teu lado. O Cati tá só está esperando essa reunião aqui.
Voz Pascoal: É né.
Voz (HNI): Depois tu liga. Tu mesmo fala com ele
Voz Wilson: O bom mesmo era…
Voz Pascoal: Eu vou voltar e conversar com ele. Quanto retornar que é melhor.
Voz (Wilson) – O bom…
Voz (HNI) Eu não vou falar não.
Voz (Wilson) O bom é que é ter esses vinte na mão já. Isso é bom.
Voz Pascoal: (Risos)
Voz Wilson: Dá vinte para cada um à vista. Dou vinte agora para cada um. Meu amigo tu pegas esses vereadores tudo pro teu lado. Dou vinte agora. Meu amigo você fica com esses vereadores tudo pro teu lado.
Voz Pascoal: (Risos)
Voz Wilson: E recolhe todo esse dinheiro (inaudível). Tu não precisa nem lutar aqui. Se tu puxasse oito vereadores para teu lado a vinte mil dá cento e sessenta mil.
Voz Pascoal: Huhum.
Voz (HNI): Certo. Se tivesse esse dinheiro, dá uns vinte mil para cada uma. Eles iam a teu favor na Câmara. A Câmara ia dar improbidade nele. Uns cento e, cento e oitenta dias, ia dar nele. Você entrava e depois puxava todo dinheiro de volta.
Voz Pascoal: Mas vai dar certo.
Voz Wilson: Vai sim.
Voz Pascoal: – Com certeza. Deus é grande.
Vos (HNI): de um jeito ou de outro vai.
(inaudível)
Voz Wilson: Lá em São Gabriel não é nada.

Como se depreende da degravação acima transcrita, o Vice-Prefeito se uniu a pessoas de má-índole, formando uma autêntica associação criminosa para se apropriar do poder de mando na Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira-AM, e combinam:

a) roubar dos cofres da Prefeitura, de forma imediata, R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais);
b) por ser mais fácil e rápido comprar os vereadores da Câmara Municipal;
c) arrumar um desembargador para segurar uma liminar por 180 (cento e oitenta) dias;
d) de forma mentirosa afirmam que “para conseguir uma canetada de um desembargador é tudo por dinheiro”;
e) em afronta ao Poder Judiciário, afirmam “que na Justiça é tudo por dinheiro”. Envolvem ainda o Procurador Geral;
f) afirmam que tem dois vereadores (Cati e Dieck) esperando o final da reunião criminosa para começarem as articulações ao lado do Vice-Prefeito;
g) combinam de dar R$ 20.000,00 (vinte mil reais para cada vereador; e outras palhaçadas mais.

Nobre Procurador, não custa esclarecer que o intento dos representados já encontra-se em andamento, uma vez que já fora instalada uma comissão processante, mesmo ao arrepio da Lei, junto à Câmara Municipal, para a cassação do Mandato do Representante.

A ilegalidade dos atos praticados pelos representados, já demonstra, sem dúvidas, que o interesse sustentado em tal ato é unicamente de fazer o primeiro representado, Pascoal assumir, por qualquer meio, a direção do Poder Executivo do Município, até porque, tal fato está demonstrado…”.

 

fonte: portaldozacarias

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook