RIO DE JANEIRO SANGRA COM A CORRUPÇÃO

Política fluminense é a ponta do iceberg da corrupção generalizada que destrói o Brasil

(14 nov 2017) – Rio de Janeiro. Deputado Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) é alvo de operação na manhã desta terça (14), suspeito de receber propina. Ação prendeu filho dele, Felipe Picciani, o empresário Jacob Barata Filho e o ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira. A Polícia Federal do Rio de Janeiro prendeu nesta data a cúpula da política fluminense de maioria PMDB, pertencente ao legislativo estadual. A fonte motivadora das prisões é a máfia do transporte carioca, que surrupiou do estado nos últimos anos bilhões de reais, por meio da criação de leis que beneficiavam as empresas de transportes do estado. Esta ação da PF do Rio, nada mais revela que a democracia representativa não representa aqueles que elegem, mas, representam aqueles que pagam as campanhas milionárias dos políticos brasileiros. Fica difícil imaginar que um político gaste mais de um milhão de reais numa campanha com dinheiro arrecadado por meio de doações de empresas. Existe um ditado que diz: “não existe almoço grátis”, quem dá quer alguma coisa em troca, neste caso, gerar uma corrupção generalizada que facilite a apropriação do dinheiro público para particulares e políticos.

Barrancas Seu Portal de Notícias / Dar Voz Aquele Que Não Tem  Voz

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Author: redação
Tags

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com