Sidney Leite está fora do secretariado de Amazonino

O deputado estadual e ex-chefe da Civil Sidney Leite (Pros) deixou oficialmente o primeiro escalão  do Governo do Estado na noite desta terça-feira, dia 27, após uma conversa com o governador Amazonino Mendes (PDT). A saída de Sidney ocorre cerca de dois meses após ele assumir o cargo e se expandir no Executivo como um “supersecretário” porque além da  Casa Civil, exercia uma função de secretário de governo.

Antipatia

Em pouco tempo, Sidney conseguiu atrair a antipatia dos aliados  de Amazonino  e entrou na  fritura porque políticos se irritaram com exonerações de seus indicados e nomeações de indicados de Sidney em várias pastas. O tratamento, considerado por muitos como “arrogante”, também foi alvo de  reclamação por parte dos aliados.

Pede para sair

Sidney já havia entregue o pedido de exoneração durante a viagem de Amazonino Mendes ao EUA, na semana passada, ao vice-governador e secretário da SSP, Bosco Saraiva (SDD). Bosco não aceitou e deixou para o  titular a decisão. Sidney e Amazonino tiveram uma conversa, nesta terça-feira, e, sem delongas, o pedido foi aceito.

Insatisfeito

Interlocutores de Amazonino Mendes informaram  à coluna que o governador estava mesmo  insatisfeito com a postura de Sidney Leite e, ao seu estilo, não apontou ajustes. Deixou Sidney “se queimar”. Na sequência, deixou de prestigiá-lo, o que  motivou o pedido de Sidney. Quando começou a fritura, Sidney declarou que “não estava nos planos dele voltar para a ALE-AM”.

ALE-AM

Com a volta do deputado à ALE-AM, o deputado estadual Donmarques Mendonça  (PSDB) perde a vaga.

Fonte: bncamazonia

Barrancas seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com