Trump exonera juiz que quis implantar a sharia, lei islâmica

0 Flares 0 Flares ×
O Tribunal de Justiça do Tribunal de Apelações, Hansam al Alawawahi-Smith, fez as manchetes esta semana, quando ele derrubou uma decisão de Dearborn, Michigan. A decisão permitiu que dois princípios críticos e violentos da Sharia Law fossem praticados nos Estados Unidos.
Quando perguntado por que os federais têm o direito de permitir que um homem brutalize sua esposa por falar com outro homem ao ponto quase a levar a morte se ela agisse em seus impulsos, o juiz mencionou a cláusula de infusão sistemática e disse que a Lei Sharia deveria ser permitida porque a 14ª Emenda garante os direitos garantidos por outros Estados. Essas leis podem ser aceitáveis ​​para os selvagens, mas aqui na América, temos padrões mais elevados.
Alallaha-Smith observou que a 14ª Emenda não exclui necessariamente que a influência estrangeira seja permitida por lei, citando o feriado de Natal como um exemplo:
“O NATAL É UM FERIADO CRISTÃO EXCLUSIVAMENTE, AINDA SE VOCÊ NÃO FOR. NÃO PODE FAZER AS LEIS DE UMA CIDADE EM UMA OUTRA CIDADA, EM ROMA HÁ   UM PRECEDENTE SOBRE A PRIMEIRA ALTERAÇÃO, QUE GARANTIA NO RELACIONAMENTO PATROCINADO ESTADO. UM FERIADO FEDERAL DE NATAL É APENAS QUE. COMO PRECEDENTE, ENTENDENDO QUE UM TRIBUNAL SUPERIOR PODE REVISAR-LHE, MINHA DECISÃO É QUE OS ARTIGOS UM E DOIS NO DOCKET SÃO PERMITIDOS ENTRE MEMBROS FAMILIARES COMO PRESCRIÇÃO DA LEI DE SHARIA.
“O presidente Trump usou um precedente antigo e uma ordem executiva para remover Allalawaralahali-Smith do banco, citando negligência grave de seus deveres e desrespeito desprezível para a Constituição dos Estados Unidos, relatórios como American As Apple Pie.
Os democratas não conseguem parar de reclamar por isso, afirmando que, uma vez que a nomeação não era de Trump, ele não pode usar o precedente para demiti-lo. Trump respondeu que as pessoas sempre querem que ele pense no Office nessas situações. Sua única afirmação foi,
“NÃO TIVE ESCOLHA, MAS DEIXOU-O PARA O BOM DO PAÍS”.

Fonte:ВRЕAKING NEWS

Barrancas Seu Portal de Notícias

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: redação
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *