Universidades Federais tem denúncia sobre cotas raciais

A matrícula de estudantes suspeitos de fraude no sistema de cotas raciais já foi alvo de investigação em uma em cada três universidades federais em todo o Brasil. Levantamento publicado na edição desta sexta-feira (12) do jornal O Estado de S. Paulo mostra que há 595 pessoas investigadas em 21 instituições. O país tem 63 universidades federais e a reportagem obteve dados de 53.

A maior parte dos processos teve como resultado a matrícula indeferida. Parte dos estudantes, no entanto, obteve o direito à matrícula graças a recursos judiciais.

Entre os casos investigados estão os de pessoas que se declaram quilombolas e os de alunos que se dizem pardos, mas que são “socialmente vistos como brancos”, segundo movimentos que efetuaram as denúncias.

Para evitar mais denúncias, o governo pretende lançar em breve um documento com orientações a comissões de aferição de autodeclaração de etnia em todas as universidades federais. A ideia é formar grupos com cinco avaliadores para analisar o candidato pessoalmente. Atualmente, poucas instituições de ensino adotam tal procedimento.

 

Fonte: Pavulo

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Author: redação
Tags

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com