Você sabe economizar na compra de passagem ?

0 Flares 0 Flares ×

Pesquisas indicam que nem sempre a antecedência é a melhor amiga do passageiro.

Planejar é fundamental para se economizar em qualquer tipo de viagem. Porém, planejar nem sempre significa comprar tudo com antecedência e aguardar o momento da viagem. Pesquisas recentes indicam que cada destino possui as suas peculiaridades e, se você quer economizar, precisa conhecer a dinâmica de precificação das companhias aéreas. Em muitos casos comprar com antecedência significa pagar muito mais caro do que comprar em cima da hora. Em outros, seis meses são suficientes para se garantir um valor de bilhete bem mais barato, que sobe à medida que o tempo passa.

Desde que o brasileiro tomou por hábito viajar de avião é bastante comum que se busque sempre aproveitar ao máximo possível as promoções e os programas de fidelidade. O acúmulo de milhas , a compra de pacotes e outras estratégias de economia são necessárias especialmente quando o destino é muito procurado ou mesmo muito distante, o que eleva drasticamente o valor do bilhete e pode tornar inviável que uma viagem caiba no orçamento.

Com a nova cobrança por bagagem despachada determinada pela ANAC em 2016, o valor total da viagem é ainda mais salgado. Portanto, o jeito é ficar de olho no modo como as passagens são cobradas e nas dicas dos especialistas para escolher o melhor momento de compra. Nem com antecedência excessiva e nem em cima da hora.

A precificação

A revista Exame preparou uma matéria explicando como funciona a precificação nas companhias aéreas. O que nos interessa saber é que tudo depende do destino e de como os valores para esse destino são cobrados. Em um primeiro momento, as companhias fazem tudo o que podem para maximizar a receita de um trecho, considerando que as aeronaves possuem custos fixos para decolar. Desse modo, é vantajoso cobrar o valor mais alto possível para aumentar a lucratividade por voo.

O que faz os valores dos bilhetes baixarem é que nem sempre a demanda atende às expectativas da companhia. Se as passagens, em um primeiro momento, não são vendidas como a companhia previu, a tendência é que os preços por bilhete caiam, viabilizando que passageiros que aguardavam um momento financeiramente mais propício para viajar encontrem aí a sua oportunidade. A esta altura, a baixa inesperada dos preços alavanca as suas vendas, que faz com que o valor das passagens aumente novamente, especialmente considerando passageiros corporativos que compram seus bilhetes de última hora. Ou seja: os preços são lançados altos e, caso a demanda não atenda às expectativas da companhia, é preciso baixá-los. Uma vez alavancadas as vendas pela baixa, os valores sobem novamente. Tudo depende de aproveitar o interlúdio entre as duas altas.

Tudo isso significa que nem sempre a antecedência é uma boa ideia. Destinos dentro do Brasil geralmente possuem valores mais baixos quando comprados com meses de antecedência. Porém, destinos como Sydney, Johannesburgo, Barcelona e outros, são mais baratos cerca de apenas três meses antes da viagem. Para economizar, fique de olho no comportamento dos valores das passagens para o destino que você deseja ir. Para ter um bom comparativo e comprar bilhetes a valores competitivos, você pode acessar este site e escolher o trecho de sua preferência.

Data: 27/02/2018

Autor Central Milhas  

Barrancas Seu Portal de Notícias

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Autor: redação
Tags

Notícias relacionadas

Comentários no Facebook