Amazonas registra 54 casos do novo coronavírus

O Amazonas registra, nesta quarta-feira (25/03), 54 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) e 21 em investigação laboratorial, aguardando o resultado de exames. Na terça-feira (24/03), foi registrada a primeira morte no Estado pela doença. Trata-se de um paciente oriundo do município de Parintins. Quatro pacientes estão internados, sendo um deles no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz e três na rede privada.

As informações sobre o combate à disseminação do novo coronavírus no Amazonas foram divulgadas, na tarde desta quarta-feira, durante coletiva de imprensa on-line concedida pelo governador Wilson Lima e pela diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto.

Dos 54 casos confirmados, dois são oriundos do município de Parintins. Os demais foram identificados em Manaus. Os pacientes que não estão internados, que somam 49 casos, estão em isolamento domiciliar, monitorados e acompanhados diariamente por profissionais de saúde.

O governador declarou durante a coletiva que o Governo do Amazonas segue vigilante, tomando todas as medidas necessárias para impedir que o número de casos cresça de forma descontrolada, de forma a garantir que a rede estadual de saúde possa atender a todos os que precisarem.

“O que estamos tentando fazer aqui é retardar o máximo possível a infecção das pessoas para que nós possamos ter controle e atender a todo mundo”, declarou Wilson Lima.

Também na coletiva, o governador lamentou a morte do morador de Parintins e informou que o Estado está prestando toda a assistência à família da vítima. “O Estado seguiu todo o protocolo, fez a transferência desse paciente de UTI aérea até o hospital Delphina Aziz (em Manaus), onde o paciente recebeu todo o tratamento e atenção necessária por parte dos profissionais da área de saúde. Conversei hoje com a esposa da vítima e aqui deixo os meus sentimentos a toda a família e amigos”, afirmou Wilson Lima.

Rede de assistência – O Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, referência para o atendimento de pacientes graves de Covid-19, tem atualmente 50 leitos de UTI. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), no caso de necessidade de ampliação, esse total de leitos pode passar para 350. “A gente montou todos os cenários para enfrentar a questão do agravamento do novo coronavírus no Amazonas”, ressaltou o governador.

Isolamento social – A diretora-presidente da FVS-AM reforçou na coletiva a orientação para que as pessoas permaneçam em casa. Segundo Rosemary, a experiência de outros países mostra a eficácia do isolamento social como forma de retardar a disseminação do vírus.

“Mantemos a orientação no sentido de permanecer em casa. Só deve sair de casa quem realmente precisa, como pessoas que trabalham em uma atividade essencial, que esteja autorizada. Os outros devem obedecer à orientação de permanecer em casa, principalmente os idosos. Quem sair de casa para ir ao supermercado ou farmácia, deve ir sozinho, e os outros familiares devem permanecer em casa”, explicou a diretora-presidente.

Rosemary informou que, desde que o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) foi habilitado para realizar o exame para o diagnóstico do novo coronavírus, já foram realizados 174 testes. Deste total, 104 foram descartados.

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com