Codese promove II Feira do Polo Digital de Manaus

Com o tema “Manaus Inteligente”, evento ocorrerá entre os dias 15 a 17 de outubro, no Studio 5 Centro de Convenções, e promete agitar o ecossistema digital da região com inúmeras novidades

A II Feira do Polo Digital de Manaus, promovida pelo CODESE Manaus (Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus), vai reunir atores do ecossistema das empresas de base digital da região Norte entre os dias 15 e 17 de outubro, no Studio 5 Centro de Convenções, sempre das 14h às 21h. A proposta do evento, que já é a maior feira de tecnologia do Norte, é discutir conceitos e soluções para a construção de serviços inteligentes à população, além de promover negócios e muito networking.

 

Na ocasião, ocorrerão debates, palestras, arenas temáticas e exposições nos estandes de órgãos públicos, empresas do setor privado e institutos de pesquisa, que apresentarão temas relacionados às áreas de P&D, tecnologia e inovação. Entre os palestrantes estão o ex-presidente da Estônia, Toomas Hendrik Ilves, o comunicador Marcelo Tas, e a empreendedora Isadora Feijó. A programação completa está disponível no site http://feiradopolodigitaldemanaus.com.br, onde as inscrições podem ser feitas de forma gratuita.

A feira ocorre num momento oportuno para expansão do conhecimento visando novos nichos de mercado que oferecem oportunidades de emprego. Segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil é um dos países que menos forma profissionais na área de tecnologia, engenharia e matemática. Apenas 17% das matrículas nas universidades brasileiras são em cursos do segmento, o que coloca o País atrás até de outras economias em desenvolvimento, como China (40%) e Índia (35%).

NA CONTRAMÃO

Por outro lado, o Brasil é um dos países que mais consomem tecnologia. Dois em cada três brasileiros têm acesso à Internet, mais do que a média mundial. Além disso, os brasileiros gastam mais tempo na internet do que os americanos (9,1 horas contra 6,3 horas, respectivamente).

O mercado de Tecnologia da Informação (TI), que corresponde a 7% do Produto Interno Bruto (PIB), também demandará 420 mil novos empregos entre 2018 e 2024, segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). Mas a falta de profissionais formados na área dificulta o preenchimento das vagas. Em um país com mais de 13 milhões de desempregados, sobram postos de TI em aberto.

UNIÃO DE INTERESSES

Pensando nesse cenário, o CODESE Manaus congregou empresas, órgãos públicos e profissionais para discutir, durante a Feira do Polo Digital, os obstáculos e caminhos a seguir para expandir as atividades do setor na capital amazonense.

“O evento, pelo segundo ano consecutivo, reunirá no mesmo espaço startups, institutos de pesquisa e desenvolvimento, profissionais capacitados, clientes, consumidores e pessoas interessadas em conhecer e ingressar neste promissor segmento econômico”, destaca o vice-presidente do CODESE Manaus, Romero Reis.

“Durante três dias faremos um raio-X da situação e formataremos propostas concretas que conciliem os interesses empresariais com os sociais, com o objetivo de usar a tecnologia a serviço das pessoas e suas necessidades, fortalecendo a economia digital da nossa Manaus”, completa.

Segundo ele, um levantamento realizado pelo CODESE Manaus revelou que, em média, o salário do trabalhador do Distrito Industrial da linha de produção é de R$ 1,5 mil. Em contrapartida, o salário dos funcionários do Polo Digital gira em torno de R$ 8 mil, mostrando a pujança do segmento econômico de um Polo Digital.

SERVIÇO

O quê: II Feira do Polo Digital de Manaus
Quando: 15 a 17 de outubro, das 14h às 21h
Onde: Studio 5 Centro de Convenções
Quanto: Acesso gratuito
Inscrições: http://feiradopolodigitaldemanaus.com.br

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com