Curso ensina o consumidor a produzir o combustível caseiro e reduzir o gasto com abastecimento

O passo a passo da produção foi gravado em videoaulas e está disponível no curso online

O preço da gasolina e do etanol não é mais uma preocupação para quem aprendeu a produzir o próprio combustível. Cana-de-açúcar, frutas maduras e sobras da produção de cachaça estão entre os insumos usados na confecção, que pode gerar uma  economia de em média R$ 1 por litro de etanol.

O passo a passo da produção foi gravado em videoaulas e está disponível no curso online Combustível Infinito’, da Escola de Cachaça. Dividido em dez módulos, o conteúdo conta com o ensino das técnicas da cadeia produtiva, noções sobre a legislação dos combustíveis e formas de baixar o custo de produção do etanol, entre outros assuntos. O investimento é de R$ 697  à vista ou pode ser parcelado em até 12 vezes no cartão de crédito.

Um dos idealizadores do curso, Leandro Dias comenta que a primeira fase é rápida, mas faz uma ressalva.

“O processo de aprendizagem inicial é rápido. Não há pré-requisito ou conhecimento prévio para participar. O curso dura 15 dias, e o aluno poderá acessar o conteúdo por um período de dois anos. No entanto, é recomendado para as pessoas que gastam acima de R$ 500 em combustível por  mês. Se você possui uma despesa menor, o retorno do seu investimento vai ser um pouco mais longo”, diz.

A produção depende de um destilador especial com capacidade de gerar até 70 litros de etanol a cada três horas de serviço. O equipamento ocupa um espaço menor que os destiladores convencionais, e pode ser instalado no quintal de casa, em sítios e chácaras.

Leandro explica ainda, na prática como  produzir o próprio etanol pode gerar mais economia para as suas finanças.

“Antes, para fazer essa produção os investimentos chegavam a R$ 200 mil. Com este novo modelo, não será gasto nem 10% deste valor. O destilador custa R$ 19.997,00 para alunos do curso. Se fizermos uma rápida conta e considerarmos que você enche o tanque uma vez por semana com base nos valores da média nacional de preços (R$ 3), no final de 2019, você terá gasto quase R$ 8 mil, somente para manter o seu carro rodando”, conclui Leandro.

Alternativa sustentável 

De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, cerca de 30% dos postos de combustíveis adulteram ou já adulteraram combustível. Os dados assustam condutores em todo o País. Pagar por um produto que não chega até você nas condições mínimas exigidas para um controle de qualidade é frustrante para qualquer consumidor.

Esse problema não atinge mais o empresário e fazendeiro Arnaldo Ribeiro, que produz o próprio combustível desde 2004. Responsável pela produção da Cachaça Taverna de Minas, conta como utilizou essa experiência para gerar uma alternativa sustentável na confecção do próprio  combustível.

“Utilizo os ingredientes de oportunidade e reduzo custos. Eu utilizo as sobras da cachaça, açúcar de varredura  e sobras de frutas maduras para produção de combustível. A experiência gera a não necessidade de tirar dinheiro do bolso para deslocamento, o que reduz significativamente o gasto”, explica.

Ao longo dos anos, Arnaldo desenvolveu técnicas para  economizar cada vez mais na produção do combustível, e terá a oportunidade de repassar toda essa experiência, pois ele é um dos professores do curso ‘Combustível Infinito’.

Segurança 

Quando se trata de produção independente de combustível, alguns criam a ideia errônea de que o processo será feito em casa. Mas não é exatamente dessa forma que funciona.

Para produzir o álcool etanol você precisará de um espaço adequado. Os cuidados necessários são: higiene, controle da fermentação e de temperatura. Uma dica que os especialistas dão é: produzir o etanol e  abastecer o carro em seguida, para gerar o mínimo de estoque.

Raio x da produção artesanal

Os pilares da produção artesanal do combustível são: Economia de produção, por meio do reaproveitamento da matéria-prima; Economia de Manutenção, pois você será responsável pela qualidade do combustível, evitando o uso de algo que prejudique o funcionamento do motor do seu veículo, e consequentemente, manutenção constante; e, Economia de uso, pois de acordo com os empresários, o combustível artesanal tem uma durabilidade maior que o tradicional.

Alguns fatores devem ser avaliados  antes de você decidir se irá produzir seu combustível, conforme destaca o economista Willander Buraslan.

“É preciso ter em mente:  produção para autoconsumo, custo com armazenagem, transporte e segurança. Inicialmente, é preciso partir das premissas da utilização da cana-de-açúcar como matéria prima e em quanto tempo o investimento irá se pagar, porém, este cálculo varia bastante em cada região do Brasil, em razão do rendimento do combustível. O investimento pode ser viável do ponto de vista privado por ter baixo custo de mão de obra e pela simplicidade do processo, porém, há ressalvas sobre a produção e comercialização em média e larga escala”, destaca.

Em instância geral, cabe analisar qual a sua real situção. Pese na balança o que será mais rentável para a sua saúde financeira. Analise, pesquise e estude o mercado. Vale fazer uma lista de prós e contras antes de tomar sua decisão.

Fonte https://www.acritica.com

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: Direto da Redação

Recomendadas para você

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com