De Volta às suas mansões adquiridas através das lagrimas e dores da população, segundo investigações

Presos desde dezembro de 2017 pela Operação Estado de Emergência, desdobramento Maus Caminhos, o ex-governador José Melo e a ex-primeira dama, Edilene Melo, tiveram nesta segunda-feira (17), um habeas corpus parcial concedido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

O TRF substituiu a prisão pelo uso de tornozeleira eletrônica. José Melo e Edilene Melo deverão deixar a prisão ainda hoje.

A decisão ainda não está disponível no site da Justiça Federal, mas o blog do Ronaldo Tiradentes confirmou que a deliberação concede a prisão domiciliar, sendo os dois liberados ainda hoje.

O habeas corpus concedido pelo TRF1 ainda incluir medidas restritivas, mas não confirmadas.

José Melo (Pros), preso hoje na terceira fase da Operação Manaus Caminhos, denominada

O ex-governador foi preso dia 21 de dezembro de 2017, na terceira fase da Operação Maus Caminhos que confirmou a participação de Melo no esquema de corrupção na Saúde Pública do Amazonas.

Com está medida os ex-secretários Afonso Lobo, Pedro Elias e Evandro Melo podem também serem liberados por habeas corpus.

Fonte: portalzacarias

Barrancas Seu Portal de Notícias

Continue lendo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com