Final da Copa Libertadores da América de 2017

A final da Copa Libertadores da América de 2017 será disputada em dois jogos que decidirão o campeão da edição de 2017, a 58ª edição da Copa Libertadores da América, o principal torneio de futebol internacional da América do Sul organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol.

As finais serão disputados em formato de Ida e volta entre o Grêmio, do Brasil, e o Lanús, da Argentina. O primeiro jogo será disputado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, no dia 22 de novembro, enquanto o segundo jogo será disputado no Estádio Ciudad de Lanús, em Lanús, no dia 29 de novembro.

O vencedor da competição se qualificará como representante da Confederação Sul-Americana de Futebol na Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2017, a ser disputada nos Emirados Árabes Unidos, e disputará a Recopa Sul-Americana de 2018, contra o campeão da Copa Sul-Americana de 2017.

Antecedentes

O Grêmio chegou a sua quinta final de Copa Libertadores, tendo vencido por duas vezes em 1983, contra o Peñarol e em 1995, contra o Atlético Nacional, ficando na segunda colocação em duas oportunidades, em 1984 contra o Independiente e em 2007 contra o Boca Juniors.

Nesta edição da competição, ficou na primeira colocação do grupo 8, onde disputou juntamente com Deportes Iquique, Guaraní e Zamora, onde conquistou quatro vitórias, um empate e uma derrota, com quinze gols marcados e seis gols sofridos, acumulando um saldo de nove gols.

Na fase final, após sorteio, enfrentou o Godoy Cruz nas oitavas de final, vencendo no jogo de ida por 1–0 e no jogo de volta por 2–1, classificando-se para as quartas de final com um placar agregado de 3–1.

Nas quartas de final, em confronto brasileiro, enfrentou o Botafogo, onde no jogo de ida empatou pelo placar de 0–0 e venceu o jogo da volta por 1–0, classificando-se para as semifinais.

Jogou com o Barcelona de Guayaquil pela semifinal, onde venceu o jogo de ida pelo placar de 3–0, mas perdeu o jogo de volta por 0–1, mesmo assim classificou-se para a final com um placar agregado de 3–1.

O Lanús disputa a sua primeira final da Copa Libertadores, e sua quarta final continental, após sagrar-se campeão da Copa Sul-Americana de 2013, com vitória sobre a Ponte Preta e da Copa Conmebol de 1996, sobre o Santa Fe, além de ficar na segunda colocação da Copa Conmebol de 1997, quando perdeu para o Atlético Mineiro.

Nesta edição da competição, ficou na primeira colocação do grupo 7, onde disputou juntamente com Chapecoense, Nacional e Zulia, onde conquistou quatro vitórias, um empate e uma derrota, com treze gols marcados e três gols sofridos, acumulando um saldo de dez gols.

Na fase final, após sorteio, enfrentou o The Strongest nas oitavas de final, empatando no jogo de ida por 1–1 e vencendo o jogo de volta por 1–0, classificando-se para as quartas de final com um placar agregado de 2–1.

Nas quartas de final, em confronto argentino, enfrentou o San Lorenzo, sendo derrotado no primeiro jogo por 0–2, mas vencendo o jogo da volta por 2–0, vencendo novamente na disputa por pênaltis pelo placar de 4–3, classificando-se para as semifinais.

Jogou com o River Plate em novo confronto argentino pela semifinal, sendo derrotado novamente no jogo de ida pelo placar de 1–0, mas vencendo o jogo de volta por 4–2, classificando-se para a final com um placar agregado de 4–3.

https://pt.wikipedia.org

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com