Gengibre: benefícios para a imunidade e receitas

“Veja como usar a raiz, rica em nutrientes com propriedades termogênicas, antioxidantes e anti-inflamatórias, em um chá, suco verde e frango marinado”

O gengibre é importante aliado em dietas de emagrecimento e na busca de uma alimentação mais saudável, que reforce o sistema imunológico. Não é milagroso. Mas é, sim, um alimento com nutrientes com propriedades funcionais importantes, que se mostram fundamentais em tempos de pandemia de Covid-19, doença sistêmica causada pelo novo coronavírus (SARS-COV-2).

Originária da Ásia, a raiz é antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, tem efeito termogênico. Ou seja, aumenta o efeito térmico dos alimentos (energia gasta pelo organismo para a digestão) e ajuda na sensação de saciedade, de acordo com estudo publicado pelo periódico Metabolism: Clinical and Experimental em 2013.

A pesquisa, realizada através de testes em ratos, ainda revelou que uma dieta com gengibre tem benefícios no controle de peso, glicose, insulina e colesterol total. Para atletas, fornece energia que afeta positivamente o desempenho físico. Como explica a médica endocrinologista Maria Fernanda Barca, doutora pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), por ser um alimento termogênico, o gengibre ainda facilita a queima de calorias.

– O gengibre, por ser um alimento termogênico, torna a queima calórica mais eficiente e, consequentemente, pode auxiliar no processo de emagrecimento e controle de peso. Outro fator que colabora para o emagrecimento é a ação hipoglicemiante da raiz, que ajuda no controle glicêmico e na redução dos níveis de insulina (hormônio que, quando elevado, dificulta a utilização de gordura como forma de energia) – explica Maria Fernanda.

Apesar disso, a nutricionista Natalia Barros ressalta que, isoladamente, nenhum alimento tem o poder de emagrecer ou engordar. De acordo com a especialista, a melhor forma de aproveitar os benefícios do gengibre é aliar o alimento a um estilo de vida saudável, que inclua a atividade física.

– O processo de emagrecimento e construção de um estilo de vida saudável perpassa por âmbitos complexos envolvendo o comportamento alimentar, que incluem não somente o que comer, mas também o porquê e como comer. O uso do gengibre, em conjunto com mudanças positivas de comportamento alimentar que envolvam um padrão dietético saudável, pode favorecer a saúde no longo prazo – declara Barros.

Nutrientes, propriedades e benefícios

O gengibre tem nutrientes que atuam no fortalecimento do sistema imunológico — Foto: Arte Eu Atleta

O gengibre tem nutrientes que atuam no fortalecimento do sistema imunológico — Foto: Arte Eu Atleta

  • Gingerol: principal composto ativo do gengibre, possui atividades anticancerígenas por seu efeito em vias biológicas;
  • Vitamina C: antioxidante, melhora o sistema imunológico e o humor;
  • Vitamina B6 (piridoxina): estimula o metabolismo e a produção de energia, protege os neurônios e produz neurotransmissores;
  • Fósforo: ajuda na digestão e na proteção muscular;
  • Ferro: sua deficiência pode prejudicar a imunidade e provocar anemia;
  • Fósforo: auxilia na proteção muscular e do sistema nervoso;
  • Capsaicina: acelera o metabolismo e contribui para a geração de energia para as células, melhorando o desempenho físico e esportivo.

Conhecido pelas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, o gengibre está associado ao fortalecimento do sistema imunológico, que tem um papel importante no combate a gripes, resfriados e até a Covid-19.

  1. Atua no combate a viroses;
  2. Auxilia no controle do peso;
  3. Ajuda na regulação de glicose, insulina e colesterol total.

– O gengibre tem ação antioxidante e anti-inflamatória e, associado a uma alimentação equilibrada, ajuda a reduzir o risco de doenças como as do coração, cérebro, intestino, articulações e do sistema imunológico, prevenindo contra gripes, resfriados e até o coronavírus – afirma a endocrinologista Maria Fernanda Barca, membro da Sociedade Europeia de Endocrinologia (SEE).

A nutricionista Natalia Barros complementa:

– Também apresenta compostos bioativos que atuam como antioxidantes e fortalecem a imunidade, auxiliando na neutralização das espécies reativas de oxigênio (EROs) que podem causar dano às células. As EROs são produzidas naturalmente pelo organismo, mas podem ser exacerbadas em decorrência do estilo de vida, como estresse, tabagismo e excesso de álcool. Sendo assim, o consumo de alimentos antioxidantes como o gengibre pode ajudar a proteger e equilibrar o organismo.

De acordo com a nutricionista, essa proteção ocorre porque a raiz tem efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes.

– Por se tratar de um alimento anti-inflamatório e antioxidante, o gengibre pode ajudar a proteger e equilibrar o organismo. Com isso, quando inserido em uma dieta baseada em alimentos in natura e menos processados, deve auxiliar na manutenção da saúde durante a quarentena – diz ela.

Efeitos colaterais

Natalia Barros explica que, embora os efeitos adversos da raiz sejam raros, é importante não exagerar no consumo. Sendo assim, a forma mais comum de ingerir o alimento é por meio de preparações culinárias e chás.

– Os efeitos colaterais do gengibre são raros, mas o consumo excessivo pode propiciar azia, gastrite, sensação de ardor na boca e interferir no efeito de diversos medicamentos. O gengibre utilizado em preparações culinárias e chás, em que se usa uma pequena quantidade da própria raiz, pode ser consumido tranquilamente por indivíduos saudáveis – finaliza Natalia.

Receitas com gengibre

O gengibre pode ser consumido de diversas maneiras, como em preparações culinárias ou chás. Com base nas orientações da nutricionista Natalia Barros, o EU Atleta preparou três receitas para te ajudar a aumentar a imunidade e também não cair na cilada dos quilinhos extras em tempos de quarentena. Confira abaixo!

Chá de gengibre

O chá de gengibre é uma das formas mais comuns de consumo da raiz; aprenda a fazer — Foto: Getty Images
O chá de gengibre é uma das formas mais comuns de consumo da raiz; aprenda a fazer — Foto: Getty Images

Ingredientes:

  • Pedaço de gengibre (colher de café)
  • Água
  • Limão (opcional)

Modo de preparo:

  1. Lave o gengibre, descasque e rale um pedaço equivalente a uma colher (café).
  2. Leve ao fogo com 1 ½ xícara de água e deixe ferver, em fogo baixo, por 10 minutos.
  3. Coe e sirva em seguida.
  4. Se quiser, acrescente gotas de limão para suavizar a adstringência do gengibre. Deixe na geladeira de um dia para o outro. Beba gelado ou quente. Adoce a gosto, se preferir.

Suco verde de gengibre

Rico em nutrientes, o suco verde ajuda a fortalecer a imunidade — Foto: Getty Images
O chá de gengibre é uma das formas mais comuns de consumo da raiz; aprenda a fazer — Foto: Getty Images

Ingredientes:

  • Pedaço de gengibre (colher de café)
  • Água
  • Limão (opcional)

Modo de preparo:

  1. Lave o gengibre, descasque e rale um pedaço equivalente a uma colher (café).
  2. Leve ao fogo com 1 ½ xícara de água e deixe ferver, em fogo baixo, por 10 minutos.
  3. Coe e sirva em seguida.
  4. Se quiser, acrescente gotas de limão para suavizar a adstringência do gengibre. Deixe na geladeira de um dia para o outro. Beba gelado ou quente. Adoce a gosto, se preferir.

Suco verde de gengibre

Rico em nutrientes, o suco verde ajuda a fortalecer a imunidade — Foto: Getty Images

Ingredientes:

  • 2 folhas de couve manteiga
  • 1 copo americano de água de coco
  • 1 lasca de gengibre
  • 2 folhas de hortelã
  • 1 fatia de abacaxi

Modo de preparo:

  1. Bata todos os ingredientes no liquidificador. Beba gelado.

Frango marinado ao gengibre

Aprenda a fazer um delicioso frango marinado com gengibre — Foto: Thinkstock/Getty Images
Aprenda a fazer um delicioso frango marinado com gengibre — Foto: Thinkstock/Getty Images

Ingredientes:

      • 2 filés de frango
      • 1 dente de alho
      • 2 colheres de sopa de cebola
      • 1 suco de 1 laranja
      • 1 colher de sopa de mel
      • 1 colher de café de gengibre ralado
      • Azeite, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Deixe o frango marinando de um dia para o outro com todos os temperos (mel, laranja, gengibre, alho, cebola, sal e pimenta a gosto). Refogue o frango marinado com um fio de azeite.

 

Por Gabriela Maruyama
globoesporte.globo.com

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com