Governo constrói projeto com associações de catadores para fortalecer atividade no AM

As secretarias de Estado do Trabalho (Setrab) e de Meio Ambiente (Sema) e as associações de catadores de materiais recicláveis construirão um projeto em conjunto para o fortalecimento da atividade no Amazonas. O objetivo é buscar recursos federais de fomento ao trabalho ou mesmo de fundos ligados ao meio ambiente para financiar melhorias à atividade.

Esse foi o principal encaminhamento tirado da reunião de hoje (5/6), organizada pelo governador em exercício e secretário-chefe da Casa Civil, Carlos Almeida, na sede do Governo, com os titulares da Setrab, Sema e líderes de associações de catadores. Carlos Almeida também está propondo que as associações trabalhem com materiais recicláveis gerados pelos órgãos do Estado.

Em 2013, o Estado aprovou projeto no então Ministério do Trabalho, garantindo R$ 4 milhões para financiar melhorias na atividade, em Manaus e em mais 25 municípios do interior do Amazonas. Como nesse período o recurso não foi utilizado, a verba teve que ser devolvida à União.

“Nas gestões passadas, a Setrab pediu oito vezes prorrogação para uso do recurso, mas como o projeto não saiu do papel, tivemos que devolver o valor”, relatou a secretária de Trabalho, Neila Asrak. Segundo ela, a proposta agora é reformular o projeto com as participações da Secretaria de Meio Ambiente e das associações de catadores.

Fortalecimento da atividade – Irineide de Lima, da Associação de Catadores de Recicláveis, explica que é muito frustrante saber que o governo teve que devolver recurso porque o projeto não foi implantado. “Ele (o projeto) é desde 2013 e durante todo esse tempo sonhamos em melhorar nossas condições de trabalho”. Segundo Suelen Cardoso, da Nova Recicla, só em Manaus existem 10 associações, reunindo cerca de 300 catadores.

O secretário de Meio Ambiente, Eduardo Taveira, lembrou que o projeto voltado aos catadores vai também contribuir para a realocação de catadores que atuam em lixeiras. “Muitos prefeitos do interior inclusive estão sendo acionados pelo Ministério Público por causa dessa condição”.

FOTOS: HUDSON BRAGA

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: Direto da Redação

Recomendadas para você

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com