Guedes diz que quer fazer de Manaus a capital mundial da bioeconomia

“A declaração do ministro da Economia foi feita na manhã desta terça-feira em evento de um instituto de pesquisa econômica norte-americano”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, quer transformar Manaus na capital mundial da bioeconomia e da economia sustentável.

Ele ainda manifestou a intenção de transformar a Amazônia em um paraíso de biodiversidade.

“Vamos desenhar políticas econômicas que preservem a região amazônica”, declarou o ministro.

As declarações foram feitas nesta terça-feira, dia 20, em evento organizado pelo Milken Institute (instituto de pesquisa econômica independente, com sede em Santa Monica, Califórnia).

De acordo com Paulo Guedes, há uma má interpretação sobre as queimadas na Amazônia.

Conforme afirmou o ministro, o Brasil está interessado em desenvolver mercado de carbono e obter ajuda internacional para preservar a floresta.

“Nossa bandeira é verde e amarela, então, somos um país verde. Temos uma matriz energética limpa e estamos reavaliando projetos de investimentos”, disse.

 

Manutenção do teto de gastos

Paulo Guedes voltou a garantir que a equipe econômica está comprometida com o cumprimento da regra fiscal do teto de gastos.

O ministro também repetiu que o governo tem o desafio de transformar a atual política fiscal anticíclica em um crescimento sustentável por meio do fomento aos investimentos privados.

De acordo com o ministro, o Brasil tem potencial para ser o maior e melhor destino de investimentos na saída da atual crise.

“Queremos desregular o mercado e desestatizar diversos setores. Queremos mais investimentos estrangeiros”, afirmou.

 

Novo perfil econômico

No evento, o ministro da Economia destacou  também a mudança de perfil da economia brasileira, que tem passado de investimentos públicos para investimentos privados.

Do mesmo modo, ele voltou a citar a aprovação de novos marcos regulatórios para destravar o capital privado em setores como saneamento, energia, gás natural e petróleo.

“Por 40 anos, os investimentos no Brasil foram dirigidos pelo Estado, mas agora é o contrário. Em apenas um mês, o volume de IPOs no Brasil superaram o orçamento de investimentos do Ministério da Infraestrutura”, contou.

 

*Com informações do Jornal de Brasília
Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República
https://bncamazonas.com.br

Continue lendo
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com