Migrante que matou adolescente na Alemanha pega prisão perpétua

O crime está sendo utilizando para criticar a política migratória de Merkel, que abriu as portas do país a centenas de milhares de ilegais desde 2015.

Um imigrante ilegal do Iraque foi condenado à prisão perpétua na Alemanha pelo estupro e assassinato de uma adolescente.

O crime brutal foi cometido após o iraquiano ter seu pedido de asilo rejeitado, alimentando ainda mais o discurso contrário à política de portas abertas implementada pela chanceler Angela Merkel..

Ali Bashar, iraquiano de 22 anos, foi declarado culpado pelo estupro e assassinato de Susanna Feldmann, de 14 anos, em 23 de maio de 2018 em Wiesbaden, região localizada no leste da Alemanha.

O tribunal também privou Ali Bashir da possibilidade de solicitar liberdade condicional após 15 anos em consequência da “particular gravidade” de seu crime, informa o site UOL.

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com