Mozilla muda regras para aumentar segurança de extensões no Firefox

A Mozilla está mudando suas políticas para extensões no Firefox. A partir de 10 de junho, quaisquer programas que tenham códigos ofuscados não serão mais aceitos e vão deixar de funcionar no navegador.

Um código-fonte é considerado ofuscado quando o desenvolvedor deliberadamente dificulta o entendimento dele, de forma a proteger a sua essência. O ponto é que a prática também é usada por hackers maliciosos para dificultar o entendimento e rastreio de uma ação.

A proposta da Mozilla é tornar a plataforma mais segura, acabando com esse tipo de prática pelo menos no Firefox. “Nós vamos continuar permitindo códigos simplificados, concatenados e qualquer outros gerados por máquinas, desde que haja o código-fonte incluso. Se uma extensão usar códigos ofuscados, é essencial que se submeta uma nova versão até 10 de junho que remova isso para evitar que seja rejeitado ou bloqueado”, aponta Caitlin Neiman, gerente de add-ons da plataforma.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Diferente de um código ofuscado, o simplificado (também chamado de Minified, em inglês) é aquele em que o desenvolvedor retira todos os excessos, como quebras de linha, identação etc. Isso é permitido pela Mozilla.

A empresa também informou que vai mudar o processo de bloqueio de extensões do Firefox, derrubando a utilização, mesmo se usuários já tiverem o add-on instalado. Ainda, não será necessário que uma pessoa reporte problemas para que uma extensão seja retirada do navegador. A entidade disse que será mais proativa nisso.

Além dessas mudanças, a Mozilla também ressaltou que vai continuar derrubando extensões e programas que podem criar vulnerabilidades de segurança ou comprometer a privacidade do usuário.

Fonte: Mozilla

Fonte https://canaltech.com.br

Continue lendo