MPAM denuncia e pede prisão do homem que estuprou e sequestrou a própria mulher em Humaitá

Humaitá-AM: O Ministério Público do Amazonas (MPAM), pela 2ª Promotoria de Justiça de Humaitá, ofereceu denúncia contra um morador daquele município pelos crimes de lesão corporal, sequestro e estupro, todos praticados contra sua companheira. O casal estava em processo de separação, não aceito pelo homem, que simulou uma tentativa de reconciliação para praticar as violências contra a mulher. A denúncia foi oferecida no dia 14/07 e, na mesma oportunidade, o MPAM requereu a prisão preventiva para assegurar a integridade física e psíquica da vítima, que foi decretada pelo Juízo e cumprida pela Polícia Civil.

“De fato, a violência doméstica é um problema de toda a sociedade. Por isso, existem diversos canais de denúncia (disque 180; canais oficiais dos órgãos públicos; Delegacia; Ministério Público) e todos devem colaborar contra essa conduta criminosa. Os atos violentos não devem ser tolerados e o combate deve ser na mesma medida. A proteção da mulher nos mais diversos âmbitos é pauta a ser observada por todos”, disse o Promotor de Justiça Rodrigo Nicoletti, que ofereceu a denúncia.

De acordo com a investigação policial, o homem agrediu a vítima causando lesões corporais que constam em laudo pericial, além de tê-la privado de sua liberdade por sete dias, proferido injúrias e a forçado a manter relações sexuais com ele, o que causou grave sofrimento moral.

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com