Polícia Civil prende homem apontado como dono de arma utilizada em escola

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu, na manhã desta quinta-feira (06/06), o homem apontado como o dono da pistola calibre 380 utilizada por uma adolescente de 15 anos na Escola Estadual Eliana Braga, na zona norte de Manaus. No local, uma adolescente de 14 anos foi ferida por um disparo acidental. Deryk Woreky Barroso Porto, 21, foi preso dentro da casa dele, na rua Ararubá, conjunto habitacional Viver Melhor 2, bairro Santa Etelvina.

A vítima foi socorrida pelos servidores da unidade escolar e levada ao Hospital da Zona Norte (Delphina Aziz), onde recebeu atendimento médico.

Segundo o major Bruno Pereira, comandante da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), os policiais foram acionados pelos servidores da escola após a adolescente efetuar o disparo, que atingiu o pé da amiga dela. Os policiais chegaram na unidade de ensino em cinco minutos.

“Os policiais fizeram busca do armamento que a adolescente alegou ter jogado em um cesto de lixo. No local, não encontraram a arma, mas avistaram um professor passando em atitude suspeita, realizaram a revista e encontraram a pistola na cintura do homem”, disse Pereira.

O professor em questão é Márcio da Cruz Costa, que dá aulas de jiu-jítsu em um projeto que funciona na escola. Em depoimento, Márcio disse que pegou a arma no lixeiro e iria levar para o diretor da instituição. Ele foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos, onde foi constatado que ele é voluntário.

Investigações – Segundo o delegado Bruno Fraga, a adolescente que estava com a arma disse, em depoimento, que Deryk é ex-namorado dela e tem com ele uma filha de três meses. Foi o suspeito quem entregou a pistola para ela, na manhã de quinta-feira, pedindo para a menina guardar o armamento. Com medo de levar a pistola para casa, a adolescente colocou na mochila e foi para a escola.

“A adolescente contou que estava mostrando a arma para amiga dela e, acidentalmente, apertou o gatilho, atingindo o pé da menor. Na delegacia, ela ainda tentou sustentar a versão de que encontrou a pistola em um bueiro, mas depois caiu em contradição e contou a verdade”, explicou.

O delegado disse, ainda, que Deryk tem duas passagens pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico quando era adolescente e é envolvido com a criminalidade no bairro. “Ele confessa que a arma era dele e que pediu para a adolescente esconder a pistola”, afirmou Bruno.

Deryk foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e corrupção de menores. A adolescente de 15 anos foi apreendida por ato infracional análogo ao crime de porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. Márcio foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo.

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: Mana

Recomendadas para você

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com