População faz manifestação por causa do racionamento de energia em Humaitá

Humaitá-AM: Ontem (11)  populares fizeram uma manifestação contra o racionamento de energia que está sofrendo a cidade, nesses últimos dias.

No final dessa matéria poderá assistir a transmissão ao vivo que a TV Barrancas realizou:

A população através das redes sociais marcaram a manifestação para dizer que não suportam mais esse racionamento, foram para frente do escritório da empresa com cartazes e buzinas. O Gerente do Amazonas Energia João,  chegou e ficou esperando até o momento que falou para os populares.

”  Já estamos providenciando mais motores que virão de Manicoré para suprir a necessidade energética de Humaitá, inclusive a balsa já está em Manicoré e nessa sexta-feira,  se tudo correr bem já estará em Humaitá e no máximo até domingo já estarão funcionando”. Gerente da Amazonas Energia.

As pessoas falaram se continuar esse racionamento a Expohuma 2019 ( rodeio) deveria ser adiado até  ser resolvido esse problema.

” Não vai ter rodeio se continuar esse racionamento, tem de suspender o rodeio por que o que está ruim vai ficar pior para todos nós,  não vamos deixar que aconteça, nem que para isso tenhamos de fechar a BR 230″. disse  manifestante

Vamos falar um pouco o que aconteceu para chegar a esse ponto:

Aconteceu uma licitação onde uma empresa ganhou para a geração de energia e Amazonas Energia ficou com a distribuição da energia.

Humaitá tinha 26 motores de geração de energia e a Amazonas Energia enviou 10 para outro município, portanto hoje Humaitá conta com 16  geradores, e desses um deu defeito, e começou o racionamento, em um calor intenso ficar sem energia é insuportável, e todo o comercio perde muito com esses apagões.

O contrato para geração de energia através da Amazonas Energia terminou em dezembro de 2019, dia primeiro de janeiro de 2020, já era de responsabilidade da empresa que ganhou a licitação para geração de energia. O ministério público através do promotor Fabrício, entrou com uma ação ao direito do consumidor para a Amazonas Energia continuar fornecendo ao município, só por isso que hoje Humaitá continua com energia.

A empresa que ganhou a licitação para a geração veio para se instalar na cidade. O primeiro terreno que comprou era próximo ao aeroporto, por segurança não podeira ser instalada uma usina naquele local, o segundo terreno foi na beira do rio, mas como o terreno era com  titulo, apareceu outro dono com o titulo anterior, portanto pela lei quem tem titulo mais antigo é considerado dono ( ainda está sendo discutido na justiça), terceiro terreno foi comprado perto de um conjunto habitacional que pela lei também não pode ser e os moradores não aceitaram, quarto terreno fica localizado próximo ao um igarapé e a empresa está tendo dificuldade para obter as licenças ambientais.

Enquanto isto quem sofre é a população.


Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com