Projeto de Extensão da Ufam, “Oftalmologia Humanitária” fará atendimentos na Calha do Rio Madeira

Calha do Madeira estará recebendo nos dias 12 e 21 de abril esse importante projeto da UFAM, “Oftalmologia Humanitária”  para a população ribeirinha como das cidades.

Em Humaitá -AM  os  atendimentos  aconteceram nos dias 13 e 14 no Navio da Marinha de Assistência Hospitalar Soares de Meirelles,  ficará no  Porto IP4 Humaitá, como também terá atendimento no hospital de Humaitá. E Em Manicoré estarão atendendo no dia 15.

O projeto foi criado nos anos 1980 por um grupo de médicos voluntários para prestar atendimento oftalmológico
às populações ribeirinhas do Amazonas, o programa “Oftalmologia Humanitária” – hoje uma atividade de
extensão da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) – conta com a parceria de importantes instituições
públicas e privadas, nacionais ou estrangeiras, nessa missão. Este ano, de 13 a 21 de abril, Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã, Borba e Nova Olinda do Norte recebem uma equipe multi-institucional para realizar cinco mil atendimentos, dentre os quais cerca de 500 cirurgias de catarata ou de pterígio.
Em pouco mais de 30 anos, foram beneficiadas em torno de 30 mil pessoas, com assistência especializada e prescrição de medicamentos.

Também foram doadas mais de 20 mil lupas para perto, além de terem sido realizadas mais de 10 mil cirurgias. Importante frisar que a assistência é gratuita e dirigida à  população que vive em situação de extrema carência.
Ao todo, 11 municípios do Baixo e do Médio Amazonas já foram contemplados por mais de uma vez:
Itacoatiara, Silves, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Urucará, Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Boa
Vista do Ramos, Maués e Urucurituba.

Coordenador do programa e vice-reitor da Ufam, o professor Jacob Cohen reitera que o objetivo da
ação é fazer frente à demanda reprimida de pacientes com doenças oftalmológicas no interior do estado,
tendo a catarata como principal causa de deficiência visual grave ou de cegueira irreversível.

“A patologia acomete pessoas em qualquer idade, sendo mais frequente nos idosos”, salienta o doutor em Oftalmologia.

“Manaus, ainda hoje, absorve a grande parte dos especialistas em Oftalmologia, numa correlação de

180 deles atendendo na capital contra uma média de 10 no interior, quase todos estes de forma itinerante.

O resultado disso é a falta de assistência oftalmológica adequada”, justifica o doutor Jacob Cohen, para quem “a
virada veio depois de serem consolidadas importantes parcerias” no sentido de auxiliar a Fundação Piedade
Cohen (Fundapi), instituição de utilidade pública criada para gerir o projeto em 2002.

A Fundapi passou ser apoiada por universidades públicas e instituições filantrópicas nacionais e
internacionais, como Universidade Federal do Amazonas (Ufam); Instituto de Pesquisa Oftalmológica da
Escola Paulista de Medicina (Ipepo-IPM); Johns Hopkins University, dos Estados Unidos; Universidade de
Coimbra e Fundação Champalimaud, ambas de Portugal; e Prasad Eye Institute, da Índia.

A partir de 2013, novas parcerias foram estabelecidas, desta vez com a Alcon Laboratórios, a Carl
Zeiss e a Johnson & Johnson, importantes indústrias da área, que disponibilizaram equipamentos, materiais e
insumos indispensáveis para a realização da moderna cirurgia de catarata.

“No procedimento, usamos lentes intraoculares dobráveis de excelente qualidade, o que dispensa curativo e pontos. A inovação favorece a recuperação mais rápida e eficaz no pós-operatório, ainda que alguns pacientes tenham diagnóstico de longa evolução e difícil remoção”, explica o professor Cohen. A empresa Lupas Leitor doa as lentes para serem distribuídas pelo projeto, enquanto Allegran, Latinofarma e Eye Pharma doam medicamentos.

Já em 2016, a Marinha do Brasil – 9º Distrito Naval começou a atuar no projeto por intermédio da
Sociedade Amigos da Marinha (Soamar). Nos mutirões, disponibiliza um Navio Hospital para a realização de
exames diagnósticos complementares e oferece assistência médica e odontológica às populações ribeirinhas.

 

*com informações da assessoria de comunicação da UFAM

fotos: da edição de 2018 no Alto Solimões.

Avalie esta postagem

MAIS RECENTES

Autor: Mana

Recomendadas para você

Comentários no Facebook

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com