Quantos desastres mais precisamos para os culpados serem punidos?

A Quarta Turma do TRF-1, em Brasília, retirou a acusação de homicídio contra todos os envolvidos no desastre da barragem da Samarco em Mariana, em 2015, informou o Jornal Nacional.

Os desembargadores decidiram, por unanimidade, retirar o crime de homicídio de dois réus acusados de envolvimento no rompimento da barragem e entenderam que a medida deveria ser estendida aos outros réus.

Na decisão, o TRF-1 alegou que os procuradores não apontaram em sua denúncia elementos para configurar o homicídio.

A barragem de Fundão, em Mariana, rompeu-se em 5 de novembro de 2015. O desastre matou 19 pessoas, destruiu vilarejos e vegetação e inundou rios e córregos com rejeitos de minério.

fonte: oantagonista

Continue lendo

Comentários no Facebook

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com