Vice-governador Carlos Almeida reúne com sindicato

O vice-governador e secretário estadual de Saúde, Carlos Almeida Filho, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (14), com o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviço de Saúde do Estado do Amazonas (Sindpriv-Am) para informar sobre as medidas que o Governo do Amazonas está tomando a fim de garantir recursos para o pagamento do mês de janeiro das empresas terceirizadas responsáveis pela contratação dos trabalhadores que atuam nas unidades de saúde.

Na reunião, Carlos Almeida informou que iniciou as tratativas junto à Secretaria de Fazenda (Sefaz-AM) para obtenção dos recursos necessários para o pagamento de janeiro, e logo que isso aconteça a informação será repassada à categoria. Segundo o vice-governador, os trabalhadores precisam ter a segurança de que receberão pelo serviço prestado nas unidades de saúde, o que não acontece desde as gestões anteriores. Segundo o vice-governador, essa é uma das principais determinações do governador Wilson Lima para a área da saúde.

“Já na transição, o governador Wilson Lima determinou o contato com os fornecedores de serviços informando que os compromissos que devem ser mensalmente pagos devem ser honrados. A nossa preocupação está em estabelecer o fluxo necessário de pagamentos que devem ser feitos agora em janeiro para que essas obrigações sejam cumpridas”, afirmou o titular da Susam.

Segundo o vice-governador, o planejamento passa pela realização de um levantamento para chegar ao valor exato das despesas mensais da pasta. O trabalho já está sendo executado. “Nós precisamos aferir qual a despesa específica de janeiro para que possa incluir na disponibilidade de caixa e comunicarmos aos prestadores de serviços”, afirmou.

Carlos Almeida ressaltou que a prioridade imediata do governo é garantir a retomada dos pagamentos em janeiro. “O governador já manifestou uma preocupação prioritária com a saúde e nós vamos tratar disso com a responsabilidade que merece. A administração não se negará à responsabilidade que é sua”, disse.

A presidente do Sindpriv-Am, Graciete Mouzinho, disse ter saído satisfeita e confiante da reunião. “Nós estamos confiantes, na certeza de que esse pagamento vai sair em janeiro e que vai amenizar um pouco a situação desses trabalhadores, que está preocupante”, declarou Graciete.

Segundo a sindicalista, a entidade realiza o acompanhamento dos repasses para as empresas terceirizadas, e sabe que nem sempre as empresas pagam os salários atrasados quando recebem repasses do governo.

Graciete disse que é preciso criar mecanismos que obriguem as empresas a realizarem os pagamentos dos salários de seus trabalhadores sempre que recebem repasses do Estado. “Geralmente, o dinheiro é repassado para as empresas, as empresas não repassam para o trabalhador e acabam passando a informação que a Susam não passou”, reclamou Graciete.

O vice-governador informou que o governo está atento a esse problema, e afirmou que o pagamento dos salários dos trabalhadores será sim uma condição da Susam para a realização dos repasses às empresas.

FOTOS: VITOR SOUZA/SUSAM

Continue lendo
WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com