Volume de crédito concedido pela Afeam em 2020 já supera o registrado em 2019, mesmo com pandemia

Governo do Amazonas ampliou crédito para micro e pequenos empreendedores

Mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus, o Governo do Amazonas ampliou o volume de crédito concedido a empreendedores, principalmente de micro e pequeno portes. De janeiro a novembro, a Agência de Fomento do Estado (Afeam) já destinou mais de R$ 93,3 milhões, ampliando R$ 21,6 milhões (+30%) o volume de crédito injetado na economia, se comparado com todo o ano de 2019.

No ano passado, a Afeam concedeu R$ 71,7 milhões em financiamentos. Desde o início de 2019, o Governo do Amazonas já ofertou mais de R$ 165 milhões em operações de crédito para atividades que ajudaram a criar e/ou manter quase 50 mil ocupações econômicas para a população do estado.

Em 2020, a ampliação da oferta de recursos para fomentar a economia e a geração de renda faz parte de um conjunto de medidas que o governador Wilson Lima adotou para amenizar os impactos da crise econômica provocada pela pandemia de Covid-19, que freou o ritmo da atividade econômica com as medidas de isolamento social.

A Afeam investiu em tecnologia para disponibilizar o “Crédito Emergencial On-line”. A ferramenta permitiu que a instituição seguisse ofertando crédito mesmo com as restrições no atendimento presencial. O Crédito Emergencial segue até o próximo dia 20 de novembro.

Segundo a Afeam, do total aplicado em 2020, até esse início de novembro, R$ 39,3 milhões foram investidos no interior do estado, por intermédio de 4.308 operações de crédito. Juntas, essas ações estão contribuindo para a geração e/ou manutenção de 13.124 ocupações econômicas. Já em Manaus, a instituição liberou R$ 53,9 milhões, com 3.102 operações, que proporcionam atividade econômica para 9.802 trabalhadores.

Nos municípios do interior, a agricultura familiar é uma das mais atendidas. Com os recursos, que contam com taxa de juros subsidiada pelo Estado, os produtores podem ampliar áreas cultivadas, inclusive investindo na mecanização, com assistência técnica do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam).

Os feirantes cadastrados na Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) também recebem incentivo pelo Crédito Emergencial para comercializar os produtos nas feiras. Em Manaus, comércio e setor de serviços lideram na demanda por crédito.

Aperfeiçoamento – Nesse segundo semestre, a Afeam realizou melhorias, tornando a plataforma de atendimento digital ainda mais eficiente, no que se tornou o Portal do Cliente. Novas funcionalidade e telas intuitivas facilitam o cadastro e acompanhamento das propostas, destaca o Diretor-Presidente da Afeam, Marcos Vinícius Castro, em recente balanço de ações da Agência de fomento.

O crédito disponibilizado pelo Estado, por intermédio da Afeam, chega aos empreendedores pela Sede da Agência, neste ano de forma digital; os postos fixos da Agência no interior; e por ações itinerantes, com o auxílio dos parceiros da instituição: Idam, Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), Centro de Educação Tecnológica (Cetam), órgãos do Governo; e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM).

FOTOS: Diego Peres/Secom

Continue lendo
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com